Os aviões que realizaram a manobra são modelos Xtreme Air XA41, os mesmo usados no Red Bull Air Race (Foto - Red Bull)

Os aviões que realizaram a manobra são modelos Xtreme Air XA41, os mesmo usados no Red Bull Air Race (Foto – Red Bull)

Sobrevoos em baixa altitude, rasando o chão, não é uma tarefa fácil, tampouco voar lado a lado com outro avião. Pois os pilotos ingleses Paul Bonhomme e Steve Jones, especialistas em acrobacias aéreas, somaram essas duas manobras complicadas a mais um obstáculo: passar voando em formação e em baixa altitude por dentro de um hangar.

O local escolhido para a proeza, até então inédita, foi o campo de pouso Llanbedr Airfield, na Pensilvânia, nos Estados Unidos, onde os pilotos encontraram as melhores condições para realizar a exibição. Foi necessário inclusive uma autorização da FAA (Federação de Administraçao de Aviação dos EUA), que supervisionou a ação, que é promovida pela Red Bull.



“Se um detalhe saísse errado, nós bateríamos no hangar. Depois que saí e vi que o Steve ainda estava ali, me deu um grande alívio. Mas foi realmente muito divertido e ao mesmo tempo bizarro voar com meu amigo atravessando um prédio!”, comentou Bonhomme. O hangar pelo qual os pilotos atravessaram com seus aviões Xtreme Air tem um envergadura de 7,5 metros.

Os aviões Xtreme Air, modelo XA41, usado pela dupla inglesa é o mesmo utilizado pelos pilotos no Red Bull Air Race, uma espécie de corrida contra o relógio com aviões. Bonhomme e Jones realizam demonstrações aéreas junto há 17 anos.

Confira o vídeo:

Aviões passam voando por dentro de hangar