Lockheed Martin F-22 Raptor

Um robô de abastecimento de aeronaves de combate em solo está sendo desenvolvido pelo US Air Force Research Laboratory Materials and Manufacturing Directorate para o Lockheed Martin F-35 Joint Strike Fighter e poderá ser demonstrado em campo já no próximo ano.
Já demonstrado em laboratório, um sistema de direcionamento baseado em visão direciona os movimentos do robô, que será iniciado ou abortado por uma estação remota e fornecerá combustível, movendo a mangueira chamada de pantógrafo. A visão e os sensores de proximidade posicionam o robô para se acoplar ao receptáculo da aeronave.

O sistema de visão confirma o tipo da aeronave e orienta-se ao dispositivo de recebimento de combustível, o robô alinha-se usando um sistema de medição angular e acopla-se ao receptáculo da aeronave a ser reabastecida e inicia o reabastecimento. Um procedimento reverso é iniciado depois do combustível transferido.


“Futuros avanços baseados nos resultados deste robô permitirão as tripulações operar livremente o sistema em ambiente fechado e ainda sim ficarem protegidos de ataques químico-biológicos”, disse o laboratório da Força Aérea Americana. A USAF também quer reduzir o número de pessoal próximo a aeronave durante o momento do reabastecimento.