Boeing Dreamlifter

O último dos quatro cargueiros Dreamlifter entrou em serviço na Boeing esta semana. O modelo, um 747-400 adaptado para carregar seções da fuselagem do 787, foi modificado pela empresa Evergreen  Aviation Technologies em Taipei. O Dreamlifter leva para Everett, local da montagem final do novo jato, as peças construídas pelos parceiros da Boeing pelo mundo.

A ideia é idêntica a da rival Airbus, que usa os Beluga – A300 modificados – para levar partes da fuselagem entre os países que compõem o consórcio.