Cessna T-37B Tweet

Foram 50 anos de serviço ininterrupto na força aérea dos Estados Unidos. Mas a hora da aposentadoria chegou para o T-37 Tweet, o treinador avançado criado pela Cessna nos anos 50.
No dia 17 de junho, o último voo de treinamento foi realizado na 80ª ala, localizada na base aérea de Sheppard, no Texas. Agora o esquadrão operará apenas o T-6A Texan II, da Raytheon, versão modificada do Pilatus PC-9, da Suíça.

Desde sua entrada em serviço, mais de 78 mil pilotos passaram pelo T-37, caracterizado pelos dois motores a jato na raiz da asa e pela cabine com configuração lado-a-lado. Oficialmente, o T-37 sairá de serviço no dia 31 de julho, mas nenhum outro voo de instrução será feito até lá.


O T-37 continua em operação em outras partes do mundo, não só como treinador avançado, mas na função de ataque leve. A Força Aérea Brasileira recebeu 65 aparelhos da versão C, que serviram entre 1968 e 1981 e foram aposentados após a chegada do T-27 Tucano, da Embraer.