Canoa feita a partir de um tanque de combustível descartável de avião

Canoa feita a partir de um tanque de combustível descartável de avião

A Guerra do Vietnã foi um dos conflitos que mais envolveu a aviação, que despejou uma enorme quantidade de armamentos contra os vietcongs e devastou regiões do Vietnã, Laos e Cambodja. Durante essas incursões, algumas dessas aeronaves partiam de bases na Tailândia, Filipinas e outras ilhas na Ásia, missões que exigiam muito combustível e, na maioria dos casos, os aviões viajavam com tanques externos nas asas ou debaixo da fuselagem, que eram descartados antes dos combates ou quando seu conteúdo acabava.

Milhares desses tanques foram lançados por aviões no cenário de guerra durante as operações militares e a população local encontrou uma forma de utilizalá-los. Os compartimentos que antes carregavam combustível, agora levam pessoas, peixes e têm até propulsão. Os tanques foram transformados em canoas!


Encontrados principalmente em florestas no sul do Vietnã, as peças abandonadas são modificadas e em poucos passos se transformam em barcos. Segundo artigo do Dailymail, já foram registrados dezenas dessas canoas navegando pelos rios do país asiático, que são utilizadas principalmente por pescadores. Mas há também quem faça viagens a bordo dos “tanques-canoas”, já que a região sofre com a precariedade de meios de transporte.

Um F-100 Super Sabre com tanques externos, como os que foram descartados nos céus do Vietnã

Um F-100 Super Sabre com tanques externos, como os que foram descartados nos céus do Vietnã

Os tanques são de alumínio, por isso são leves e fáceis de manuear, e alguns mantém suas etiquedas originais de fabricantes dos Estados Unidos. E os compartimentos e restos de armamentos e aviões que caíram no Vietnã são constantemente recuperados pela população, que os recicla de diferentes formas entregando um fim pacífico a instrumentos que ajudaram a causar tantos danos e sofrimento.