Stratolaunch: mais perto do primeiro voo (Stratolaunch)

Candidato a tornar-se o maior avião do mundo, o Stratolaunch, gigante de fuselagem dupla e seis turbofans, realizou o primeiro táxi de baixa velocidade até a pista do Aeroporto de Mojave, na Califórnia (EUA). A intenção da empresa foi testar manobras de curvas e frenagem, além de aproveitar para monitorar os sistemas da aeronave.

“Este foi outro marco emocionante para a nossa equipe e o programa. Nossa equipe foi capaz de demonstrar controle direcional no solo e nossos sistemas de freio foram testados com sucesso na pista. Nosso primeiro teste de táxi de baixa velocidade é um passo muito importante em direção ao primeiro voo. Estamos orgulhosos e entusiasmados “, disse George Bugg, gerente de programa de aeronave da Stratolaunch Systems Corp.


A próxima fase do programa prevê testes cada vez mais velozes de taxiamento, em preparação para o primeiro voo, estimado para ocorrer em 2018. Já no ano seguinte, a Stratolaunch espera realizar pela primeira vez a tarefa para qual a enorme aeronave fé projetada: lançar foguetes espaciais em voo.

Técnica mais econômica

Para que ainda não ouviu falar do Stratolaunch, trata-se de um avião projetado pela empresa Burt Rutan, a Scaled Composites. Famoso pelos projetos heterodoxos, o americano e sua equipe optaram por construir uma aeronave de dupla fuselagem ligada por uma espessa asa interna e seis motores turbofan Pratt & Whitney, iguais aos usados no Boeing 747. Tudo isso para que o Stratolaunch possa levar entre as duas sessões estruturais imensos foguetes.

A técnica a ser adotada pela empresa, cujo fundador é Paul Allen, ex-sócio da Microsoft, é levar o artefato até cerca de 30 mil pés (algo como 10 mil metros) onde libera o foguete para que ele acione seus propulsores e siga rumo ao espaço, resultando em economia de combustível em relação aos lançamentos a partir do solo. Não é algo novo, mas nunca tentado numa escala tão imensa.


Por essa razão, o Stratolaunch poderá transportar cargas semelhantes ao peso do que leva o Antonov An-225, porém, com um volume muito maior por não ter as limitações do compartimento de carga. A ideia, no entanto, não está sendo explorada pela Stratolaunch. A Virgin Galactic, o bilionário britânico Richard Branson, cuja sede é vizinha à Stratolaunch Systems, planeja uma ideia mais simples: adaptar um Boeing 747-400 para essa função.

O Stratolaunch foi apresentado em junho quando suas imensas formas foram reveladas em Mojave. Em setembro ocorreu o primeiro teste com os motores além de outros sistemas da aeronave que tem uma construção praticamente artesanal.

Veja as dimensões do novo avião comparadas às de outros gigantes do ar:

A envergadura do Stratolauch superou a do lendário Spruce Goose, de 1947 (Airway)

A envergadura do Stratolauch superou a do lendário Spruce Goose, de 1947 (Airway)

Veja mais: Conheça os maiores aviões de todos os tempos