A SkyWest opera por meio de parcerias com as grandes companhias aéreas dos EUA (Embraer)

A Embraer anunciou hoje a assinatura de mais um contrato com a SkyWest para um pedido firme de sete jatos E175 configurados para 70 passageiros. A nova encomenda, a segunda feita pela companhia neste ano, é avaliada em US$ 340 milhões e já estava incluída na carteira de pedidos da fabricante no segundo trimestre de 2019 como “cliente não divulgado”. As entregas estão previstas para começar no quarto trimestre deste ano.

“Desde 2013, a SkyWest já adquiriu mais de 160 aviões E175, incluindo estes sete, com o objetivo de expandir a grande frota de aeronaves da Embraer”, disse Charlie Hillis, diretor de vendas e marketing para América do Norte da Embraer Aviação Comercial.


A SkyWest opera por meio de parcerias com as empresas americanas United Airlines, Delta Air Lines, American Airlines e Alaska Airlines. Os sete novos E175 encomendados, por exemplo, vão voar pela Delta Connection, a divisão regional da Delta.

“Ter um parceiro de longa data como a Embraer, que nos entende e ao nosso negócio, nos permitiu melhorar nossa frota, garantir eficiência e agilidade em toda a malha aérea”, disse Chip Childs, CEO e presidente da SkyWest.

A SkyWest é o maior cliente da Embraer, com cerca de 140 jatos E175 em serviço. No passado, a companhia norte-americana também teve a maior frota de turbo-hélices EMB-120 Brasília do mundo, com 62 aparelhos. A empresa voou com esse avião entre 1985 e 2015.

A SkyWest foi o maior operador do turbo-hélice Brasília, entre 1985 e 2015 (Cubbie_n_Vegas)

Veja mais: Emirates divulga imagens de seu primeiro Boeing 777X