O SkyRunner segue o mesmo princípio do paraglider (Reprodução/Youtube)

O SkyRunner segue o mesmo princípio de voo do parapente motorizado (Reprodução/Youtube)

Veículos utilitários são os que podem ir mais longe no mundo dos automóveis, independentemente do terreno que enfrentam. No entanto, mesmo esses utilitários supercapacitados para andar na terra podem encontrar um obstáculo que a única forma de superá-lo pode ser passando por cima voando. Pois saiba que uma empresa nos Estados Unidos já está próxima de viabilizar essa possibilidade.

A startup norte-americana SkyRunner recebeu nesta semana o certificado de voo para seu “veículo todo terreno voador”, como ela mesmo define. O aparelho, que tem o mesmo nome da empresa, foi homologado na categoria “Aeronave Leve Esportiva Especial” (S-LSA), da Autoridade Federal de Aviação dos Estados Unidos, a FAA.


O veículo decola utilizando a mesma técnica do parapente motorizado, com ajuda de um para-quedas e um motor “pusher”, com hélice virada para trás. Quando decola, as mãos do condutor abandonam o volante e assumem o controle das cordas que movimentam a “asa”. De acordo com a fabricante, o aparelho pode alçar voo no espaço de um campo de futebol.

O modelo homologado pela FAA pode transportar dois ocupantes, que viajam presos em bancos concha. Segundo a fabricante americana, o aparelho pode atingir a velocidade máxima de 70 km/h, enquanto voa, e alcançar até 3.000 metros de altitude.

Mercado


Para dirigir um ATV não é preciso ter carteira de motorista, mas para voar é preciso ter experiência. Para decolar com o SkyRunner o motorista-piloto precisa da licença de “Piloto Esportivo” e ter pelo menos 12 horas de voo em parapentes motorizados, segundo a legislação da FAA.

A empresa sugere o veículo para diferentes propósitos, desde recreação a aplicação militar. O SkyRunner custa “salgados” US$ 119.000 (cerca de R$ 408 mil) e pode ser reservado pela página oficial da startup, que pede um adiantamento de US$ 5.000.

SkyRunner "voando" no chão; o motor move tanto as rodas traseiras como a hélice (SkyRunner)

SkyRunner “voando” no chão; o motor move tanto as rodas traseiras como a hélice (SkyRunner)

Veja mais: Por onde voam os últimos Fokker 100?