Boeing 737 da Ryanair

Literalmente, um coletivo aéreo. É assim que a companhia irlandesa de baixo custo Ryanair enxerga o futuro de alguns voos de curto alcance. Para ela, é possível transportar os passageiros em pé nos seus aviões.

De acordo com a empresa, “seria uma maneira de reduzir ainda mais as tarifas”. Na verdade, a visão é um pouco diferente da que se imagina de um ônibus aéreo, com as pessoas segurando em meras alças, e sim assentos parecidos com os de bancos de bares.


Em outras palavras, o passageiro poderia sentar e afivelar o cinto em decolagens e pousos, mas ficar em pé no trecho de cruzeiro. A Ryanair teria até consultado a Boeing para saber se a ideia é possível. Com isso, poderia acomodar muito mais passageiros num avião, sem dúvida, mas o conforto e a segurança continuam a ser um mistério.