(SpaceX)

A primeira missão tripulada da SpaceX para Marte deve acontecer até 2029 (SpaceX)

Pronto pra vender sua casa e ir embora para Marte? O CEO da SpaceX, Elon Musk, disse no último domingo (10) pelo Twitter que uma passagem para o planeta vermelho um dia pode custar menos de US$ 100 mil, o equivalente a R$ 371.690.

“Depende muito do volume, mas tenho certeza de que mudar-se para Marte (o bilhete de retorno é gratuíto) um dia custará menos de US$ 500 (R$ 1,8 milhão) e talvez até menos de US$ 100 mil. É baixo o suficiente para que a maioria das pessoas em economias avançadas pudesse vender sua casa na Terra e se mudar para Marte se quisessem”, escreveu Musk na rede social.


Se Musk estiver certo, isso significa que o custo das missões para Marte devem ser drasticamente reduzidos de forma nos próximos anos. Como comparação, o rover Curiosity, da NASA, que vaga pelo planeta vizinho entre 2012 e 2015 custou mais de US$ 2,5 bilhões.

O objetivo da SpaceX é bastante ousado, sobretudo pelo prazo estipulado. Musk já declarou que planeja enviar a primeira missão tripulada a Marte em até 10 anos. As primeiras viagens devem acontecer com o módulo Dragon 2, projetado para transportar até sete ocupantes, e mais adiante com a espaçonave Starship, que poderá transportar 100 passageiros (ou 150 toneladas de carga).

Os dois veículos espaciais tripulados da SpaceX estão em fase de desenvolvimento. A primeira viagem do Dragon 2, até a Estação Espacial Internacional, está programada para este ano. Já o testes com uma versão reduzida do Starship devem acontecer ainda neste ano.

Mas antes de chegar a Marte, a SpaceX planeja primeiro “reconquistar” a Lua. No ano passado, a agência espacial de Elon Musk fechou um “pacote” de viagem ao redor da satélite natural da Terra com o bilionário japonês Yasaku Maezawa. O voo espacial turístico está programado para 2023.


(SpaceX)

A espaçonave Starship é projetada para transportar 100 passageiros (SpaceX)

Veja mais: 10 drones de passageiros que pode mudarão o transporte urbano