A TAP encomendou 14 jatos da nova série A330neo (Airbus)

A TAP encomendou 14 jatos da nova série A330neo (Airbus)

Alguns passageiros e tripulantes não estão se sentindo bem quando viajam no novo Airbus A330-900neo da companhia aérea portuguesa TAP. A empresa confirmou nesta terça-feira (25) “casos pontuais” de pessoas a bordo da aeronave com ligeiras indisposições, possivelmente causados por odores do equipamento de ar condicionado.

Em sua defesa, a TAP informou à agência de notícia portuguesa Lusa que a situação é “normal em aeronaves novas”. Segundo relatos noticiados pela rádio TSF de Portugal, houve casos de náusea e vômitos entre tripulantes e passageiros em vários voos da TAP no A330neo.


“Relativamente ao fato de, em algumas unidades novas do A330neo, poderem ter sido detetados alguns odores provenientes do equipamento de ar condicionado, é um fato considerado normal em aeronaves novas e que desaparece logo após as primeiras utilizações”, garante a companhia, acrescentando que “nunca colocaria seus clientes e trabalhadores numa situação de risco para a sua saúde”.

Na declaração divulgada em Portugal, a TAP diz ter comunicado as ocorrências à Airbus e destaca que “imediatamente realizou uma reunião com áreas técnicas da TAP, o sindicato de pilotos e o sindicato dos tripulantes de cabine para partilhar com total transparência os dados disponíveis”.

A companhia afirma que todas as análises feitas pela Airbus com apoio de laboratórios independentes indicam que os parâmetros de qualidade do ar a bordo do A330neo estão dentro do normal na indústria. A TAP ainda acrescentou que os testes “não permitem estabelecer qualquer correlação entre estes episódios e uma hipotética, mas não demonstrada, deficiência na circulação e renovação do ar” a bordo do jato.

“O A330neo é um avião com todas as certificações por parte das autoridades nacionais e internacionais e totalmente apto para o serviço de transporte de passageiros em total segurança”, apontou a companhia portuguesa, salientando que “as cabines da Airbus são projetadas e fabricadas de forma a prevenir qualquer tipo de contaminação do ar”.


A TAP foi a primeira companhia aérea do mundo a receber o A330neo, em novembro de 2018. O pedido da empresa portuguesa inclui 14 aeronaves. O novo jato da Airbus também está em serviço com a Azul, que vai receber cinco unidades.

Veja mais: ANAC suspende concessão da Avianca Brasil