Lockheed Martin F-22 Raptor

Um dos mais caros projetos de caça e um dos programas que mais demoraram para entrar em serviço, o Lockheed Martin F-22 Raptor pode acabar mais cedo do que se imaginava. O presidente Barack Obama já deixou claro que quer encerrar a fabricação do complexo avião, mas o congresso dos Estados Unidos reluta.

Até agora, apenas 187 aparelhos foram encomendados oficialmente e o governo Obama quer encerrar outro programa caro, o da fabricação do motor F136. Para o secretário de defesa do país, o motor F135, da Pratt & Whitney já é suficiente para os novos caças, como o F-35.


Os congressistas, no entanto, recolocaram o F-22 no orçamento de 2010, com a construção de mais 12 aeronaves e a continuação do desenvolvimento do motor F136. A briga será feia.