A Força Aérea Brasileira foi o primeiro cliente do Bandeirante (Embraer)

A Força Aérea Brasileira foi o primeiro cliente do Bandeirante (Embraer)

O Bandeirante, avião que deu origem a Embraer, é o tema do livro “O Voo do Impossível”, escrito pelo jornalista Cláudio Lucchesi, pela editora Rota Cultural, que também publica a Revista Asas, parceira do Airway. O pré-lançamento da publicação foi anunciado no dia 22 de outubro, quando foi celebrado os 50 anos do primeiro voo da aeronave.

Com 320 páginas, o livro mostra como o Bandeirante conecta a história do Brasil com o destino aeronáutico do país, desde as primeiras tentativas de Santos Dumont, e conta como a aeronave impulsionou a criação de uma empresa do porte da Embraer, fundada em 1969.



O livro de Lucchesi volta nos anos pós Segunda Guerra Mundial quando grandes países como o Brasil, Estados Unidos, Canadá e Austrália precisavam de aeronaves seguras para lidar com um novo cenário de urbanização acelerada, que aumentou a necessidade de ligação entre as cidades.

O Bandeirante “tornou-se o primeiro avião brasileiro certificado fora do país. O primeiro avião brasileiro operado por companhias aéreas estrangeiras, incluindo dezenas nos Estados Unidos e Europa. Também o primeiro avião brasileiro utilizado por forças armadas de outros países”, revela autor em “O Voo do Impossível”.

Para produzir o livro, Lucchesi reuniu dezenas de horas de entrevistas não apenas com o próprio Ozires Silva, grande responsável pelo projeto do Bandeirante e fundação da Embraer, mas com diversos membros da equipe de projeto e de outras áreas da fabricante na época. A publicação ainda tem ilustrações exclusivas feitas pelo artista curitibano Anderson Subtil.

“O Voo do Impossível – A História do Bandeirante, o avião que gerou a Embraer”

Cláudio Lucchesi
320 páginas
Mais informações e reservas:
Tel: (11) 3641-8494
E-mail: atendimento@edrotacultural.com.br
www.edrotacultural.com.br
Nas livrarias a partir de fevereiro de 2019

Veja mais: Embraer KC-390 recebe certificação da ANAC