O novo protótipo do Sukhoi Su-57 é visto em Zhukovsky (Andrey Neyman)

O novo protótipo do caça avançado russo Sukhoi Su-57 surgiu pela primeira vez no último fim de semana na base aérea de Zhukovsky, próxima a Moscou e local de testes da força aérea do país. O avião stealth havia decolado no início do mês da fábrica localizada no extremo oriente da Rússia, em Komsomolsk-on-Amur.

A viagem, de mais de 6 mil quilômetros, exigiu que o protótipo, designado 511, utilizasse enormes tanques alares – item que não deverá ser usado em missões de combate por afetar a baixa assinatura de radar do caça.

Versão avançada

O Su-57 era conhecido até pouco tempo por PAK FA ou T-50. Em agosto, com a conclusão do protótipo 511, o projeto chegou a um estágio muito próximo de produção. Esta aeronave já está equipada com um novo turbofan, o Izdeliye-30, mais potente e capaz de oferecer ao Su-57 capacidade de voar em super cruzeiro, quando a velocidade do som é superada e mantida sem a necessidade de pós-combustores – antes, o caça utilizava uma versão do motor que equipa o clássico Su-27 “Flanker”.

Agora o programa que fornecerá o primeiro esquadrão de caças de 5ª geração para a Força Aérea da Rússia caminha para suas últimas etapas antes do início da fabricação do avião. A previsão é que ele comece a ser entregue em 2019.

Crédito da imagem: Andrey Neyman, do Russianplanes.net

Veja também: Caça stealth chinês estreia em festival

Veja mais: Um esquadrão de caças soviéticos, nos EUA