O BBJ 777X pode voar por mais da metade do planeta sem reabastecer (Boeing)

O BBJ 777X pode voar por mais da metade do planeta sem reabastecer (Boeing)

A Boeing Business Jets (BBJ), divisão de aviação executiva da Boeing, anunciou nesta segunda-feira (10) em Dubai o lançamento da versão executiva do novo jato 777X. Segundo a Boeing, o modelo será o avião de transporte VIP com maior alcance já produzido, capaz de voar para qualquer destino no mundo.

O BBJ 777-8 é projetado para percorrer 21.570 km, o que é mais da metade da circunferência da Terra (40.075 km). Com essa autonomia é possível voar de São Paulo até Pequim, na China, e se o dono do jato mudar de ideia durante o voo ainda há combustível de sobra para seguir voando até o Japão ou Filipinas, em viagens que podem levar mais de 20 horas.


A nova série também inclui o modelo BBJ 777-9, com alcance também impressionante, embora menor (20.370 km), mas com uma cabine mais espaçosa. De acordo com dados do fabricante, a cabine da aeronave tem 342,7 m², contra 302,5 m² do BBJ 777-8.

“Nossos clientes mais exclusivos querem viajar com o melhor espaço e conforto e voar diretamente para o seu destino. O novo BBJ 777X será capaz de fazer isso como nenhum outro avião antes, redefinindo viagens VIP de longo alcance”, disse Greg Laxton, diretor da Boeing Business Jets, durante o seminário bianual da Associação de Aviação Executiva do Oriente Médio (MEBAA).

A Boeing também apresentou os primeiros conceitos de interior para o BBJ 777X elaborados por alguns dos principais escritórios de design de cabines executivas, a Greenpoint Technologies e Jet Aviation. Com espaço de sobra, as empresas criaram ambientes dignos de mansões, com salas luxuosas e suítes privativas.

(Boeing)

Nem parece o interior de um avião… (Boeing)

Super avião executivo


Jato executivos desenvolvidos a partir de aviões comerciais tradicionais tem uma grande vantagem: eles transportam poucos passageiros e, por consequência, pouca bagagem. Isso é um enorme alívio para um avião desse porte, já que pode eliminar parte dos bagageiros no porão e usar o espaço para acrescentar mais tanques de combustível.

A Boeing ainda não divulga o número exato de quanto combustível o BBJ 777X poderá carregar, mas certamente não deve ser pouco. O novo 777-9 na versão comercial é projetado para ser abastecido com quase 200 toneladas de querosene, suficiente para um alcance intercontinental de 13.940 km, mas levando mais de 400 passageiros (e suas bagagens), enquanto a versão executiva levará apenas algumas dezenas de ocupantes.

(Boeing)

As duas versões do novo 777 de transporte VIP podem voar para qualquer lugar no mundo (Boeing)

O novo BBJ também vai se aproveitar das evoluções técnicas do 777X.O jato de longo alance da Boeing será equipado com uma asa de alta performance, incluindo as pontas retráteis, e os motores GE9X, o maior propulsor de avião da história e cerca de 10% mais eficiente que modelos da geração anterior.

A fabricante americana não revelou o preço do novo 777 executivo, mas é comum que aviões dessa categoria superem bastante os valores dos aviões comerciais em que são baseados. Na versão comercial, o 777-8 é avaliado em US$ 394,9 milhões (cerca de R$ 1,5 bilhão) e o 777-9 em US$ 425,8 milhões (R$ 1,6 bilhão).

(Boeing)

Tem suíte de luxo exclusiva com uma ducha no meio do banheiro? Tem! (Boeing)

O primeiro protótipo de voo do 777-9 entrou recentemente na fase final de produção na planta da Boeing em Everett, nos Estados Unidos. O voo inaugural é programado para 2019.

Veja mais: Azul anuncia novo voo internacional entre Campinas e Porto