O avião agrícola Ipanema 203 ganhou novos recursos para operar em grandes lavouras (Embraer)

O avião agrícola Ipanema 203 ganhou novos recursos para operar em grandes lavouras (Embraer)



O avião agrícola Ipanema 203, novo modelo lançado pela Embraer este ano durante a Agrishow, recebeu a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A partir de agora, a nova aeronave já poderá ser entregue aos clientes para operar na lavoura.

A sexta geração da aeronave Ipanema possui dois metros a mais de envergadura de asa em relação ao modelo anterior, o que permite cobertura 20% maior considerando-se a faixa de aplicação de produtos sobre plantações. “Isso garante o máximo de produtividade sem deixar de lado os dois fatores que transformaram o Ipanema no campeão de vendas no Brasil: o baixo custo operacional e a robustez da aeronave”, diz Alexandre Solis, diretor da Unidade da Embraer em Botucatu, onde a aeronave é produzida.

A campanha de certificação envolveu dois protótipos: o primeiro foi responsável por toda a campanha de ensaios de voo, enquanto o segundo foi utilizado para familiarização da aeronave com os pilotos em campo. A produção seriada do Ipanema 203 já começou e a primeira entrega está prevista para acontecer ainda este ano, informou a Embraer.

O Ipanema 202 foi a primeira aeronave produzida em série no mundo a sair de fábrica certificada para voar com etanol, mesmo combustível utilizado em automóveis. A fonte alternativa reduziu o impacto ambiental e os custos de operação e ainda melhorou o desempenho da aeronave. Hoje, cerca de 40% da frota em operação é movida a etanol e aproximadamente 80% dos novos aviões são vendidos com essa configuração.

Ipanema 203

O Embraer Ipanema é líder no segmento agrícola nacional, com mais de 60% de participação no Brasil e mais de 1.360 unidades vendidas desde a década de 1970, quando foi introduzido.

O Ipanema foi projetado para voar a baixa altitude (Embraer)

O Ipanema foi projetado para voar a baixa altitude (Embraer)

Além das asas maiores, o novo modelo também possui hopper (compartimento que leva os agrotóxicos) com capacidade 16% maior em volume, o que aumenta a eficiência de seu trabalho nas grandes lavouras. O Ipanema 203 tem até winglets na ponta das asas, recurso muito utilizado em jatos comerciais que melhora o controle e estabilidade da aeronave.

O avião reprojetado também ganhou novo sistema de ar condicionado, cinto de segurança com airbag e cabine mais alta. As alavancas de comando e os pedais foram atualizados, com ângulos mais suaves, que permitem controles mais precisos.

O Embraer Ipanema 203 com motor movido a etanol tem preço inicial de US$ 247 mil.

Veja mais: Embraer amplia alcance do jato executivo Legacy 450