O ATR-72 da Flyways é configurado para transportar 68 passageiros (Foto – Flyways)

O ATR-72 da Flyways é configurado para transportar 68 passageiros (Foto – Flyways)

Uma nova companhia aérea brasileira está prestes a decolar. A empresa Flyways, idealizada por um grupo de empresários de São Paulo e Rio de Janeiro, está na fase final para obter o Certificado de Operador Aéreo (COA) da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e já montou duas bases de operação, a principal no aeroporto do Galeão (RJ) e a secundária em Pampulha, em Belo Horizonte (MG). A aeronave escolhida para as operações é o turbo-hélice ATR-72-500.

“Estamos avançados no processo de certificação, que deve ser regulamentado pela ANAC até o final de agosto. Assim que tivermos a autorização, iniciaremos os voos comerciais. Provavelmente em setembro”, afirma Eliane Galarce, diretora comercial da Flyways.



Os primeiros voos da Flyways serão realizados entre o Rio de Janeiro e Belo Horizonte, mas a empresa ainda almeja destinos da região sudeste e também para Brasília (DF). “Esses destinos são compatíveis com a autonomia do ATR-72, que é de cerca de 1 hora e 15 minutos de voo”, conta Eliane. A empresa já conta com um ATR-72-500 (ex-Azul) e está em processo para adquirir mais uma unidade assim que o COA foi aprovado.

Como explica Eliane, a Flyways será uma empresa de “baixo custo”, mas a experiência a bordo não será necessariamente simples. “Vamos oferecer um serviço diferenciado, queremos retomar o bom trato da aviação de tempos passados. Nossa intenção é deixar todos felizes, tanto quem trabalha na empresa como quem voará conosco”, revela a diretora.

Veja mais: Gol promove sua maior mudança desde sua inauguração

O “serviço diferenciado”, como contou Eliane ao Airway, incluirá refeições sem custo adicional aos passageiros e cortesia da tripulação. “Vamos retomar o hábito do ‘bom-dia/boa-tarde/boa-noite’. Nossa intenção é fazer tudo com muito carinho”, antecipa a diretora.

O ATR-72 atinge a velocidade máxima de 511 km/h e tem alcance de 1.530 km (Foto – Flyways)

O ATR-72 atinge a velocidade máxima de 511 km/h e tem alcance de 1.530 km (Foto – Flyways)

A Flyways já conta com 50 funcionários (entre profissionais em terra e tripulações) e ao passo que mais aeronaves forem adquiridas e mais destinos estabelecidos, esse número deve aumentar. A compra dos bilhetes poderá ser realizada pelo website da companhia.

Veja mais: Após início turbulento, Boeing 787 vira prioridade no Brasil