O Lilium Jet será impulsionado por 38 motores elétricos (Lilium Aircraft)

Para pilotar o Lilium Jet será necessário apenas a licença de piloto esportivo (Lilium Aircraft)

Em dois anos você poderá ter seu próprio avião e, não só isso, poderá decolar e pousar a partir de sua casa. É o que propõe a Lilium Aviation, fabricante start-up baseada na Alemanha. A empresa marcou para janeiro de 2018 a apresentação do “Lilium Jet”, uma aeronave pessoal com motor elétrico e capaz de realizar pousos e decolagens verticais, como um helicóptero.

Segundo o fabricante, uma aeronave com essas características não necessita de grandes estruturas caras e complexas para operar, como por exemplo um aeroporto. A empresa quer permitir aos seus clientes poderem voar a partir de suas casas no dia a dia. O “campo de pouso”, nesse caso, pode ser um jardim, como sugere a Lilium Aircraft.


Em seu site oficial, a empresa afirma que o projeto “vai abrir as portas para uma nova classe de aviões mais simples, silenciosos e ‘amigo’ do meio ambiente”. Mas sua utilização não será tão simples, como preveem os projetistas alemães: a aeronave ainda precisa ser certificada por órgãos de aviação, assim como os “jardins” que podem servir de aeródromo –  – o modelo também está sendo projetado para operar a partir de helipontos.

400 km/h

O Lilium Jet será impulsionado pelos chamados “fans”, uma espécie de turbina movida por eletricidade. Segundo a empresa, o conjunto de motores (38 ao todo), montados nas asas e nos estabilizadores dianteiros, gera 435 cavalos de potência e permite a aeronave alcançar a velocidade máxima de 400 km/h e altitude de 3.000 metros. Já a autonomia será de 500 km.

Durante as decolagens e pousos, as asas (com os motores) do avião mudam para posição vertical, direcionando o empuxo dos motores para baixo. Ainda não existe nenhuma aeronave civil ou comercial com essas características. Os modelos mais famosos com essa capacidade são o caça Harrier e o cargueiro militar de rotores basculantes V-22 Osprey.


O Lilium Jet será equipado com comandos computadorizados e sistemas de voo com redundâncias (Lilium Aircraft)

O Lilium Jet terá comandos computadorizados e sistemas de voo com redundâncias (Lilium Aircraft)

Para pilotar o avião pessoal alemão será exigido apenas licença de piloto esportivo, que pode ser conseguida em apenas 20 horas de aulas – quase o mesmo parar tirar habilitação para automóveis.

Além disso, a fabricante ainda garante que a aeronave será fácil de pilotar e também de operação segura: os controles são computadorizados, programados para evitar comandos mal executados pelo piloto, e todos os sistemas importantes para o voo têm redundâncias.

De acordo com o fabricante, o Lilium Jet pode decolar com até 600 kg (vazio ele pesa apenas 400 kg). Já a cabine tem espaço para dois ocupantes e até um pequeno bagageiro.

Aos que desejam ter um “brinquedo” desses em casa, o seu jardim deve ter as seguintes características: uma área plana e aberta com 15 metros de comprimento e 15 m de largura. A fabricante ainda não divulgou o preço do Lilium Jet.

Veja mais: Planador da Airbus vai tentar recorde de altitude na Argentina