A LATAM vai voar diariamente para a África do Sul até abril de 2019 (Antonio Cruz/ Agência Brasil)

A LATAM anunciou nesta semana que o voo entre São Paulo (Guarulhos) e Joanesburgo, na África do Sul, passará a ser diário até abril de 2019 – a companhia afirma que a expansão da frequência pode ocorrer antes mesmo desta data. Hoje o voo é realizado cinco vezes durante a semana com aeronaves Boeing 767-300ER com 220 assentos (190 na classe econômica e 30 na executiva).

O voo entre o Brasil e a África do Sul foi inaugurado em outubro de 2016 tornando-se a única rota para o continente africano operado por uma companhia aérea latino-americana. País mais rico da região, a África do Sul é ligada há muito tempo pela South African Airways que opera um voo diário entre as duas cidades – a companhia africana, aliás, estreou suas rotas para o Brasil em 1968 ligando Joanesburgo ao Rio de Janeiro com um Boeing 707.


Com o voo diário, a LATAM conseguirá ampliar sua oferta de assentos embora ainda distante da concorrente local. Serão 3.080 lugares por semana contra 4.438 da SAA que utiliza um A340-600 na rota. A estratégia da companhia é utilizar Guarulhos como hub latino-americano para destinos intercontinentais como o voo para a África. Com vários voos alimentando o aeroporto paulista, aparentemente, a demanda para a maior cidade da África do Sul se justificou.

Retomada

O anúncio da LATAM reforça a retomada dos voos internacionais pela companhia aérea. Ainda neste ano ela lançará seu voo para Lisboa (setembro) e Tel Aviv (dezembro, este operado pela LATAM Chile mas decolando de Guarulhos). Para 2019 a intenção é estrear uma frequência para Munique, na Alemanha – a cidade foi atendida por muitos anos pela Lufthansa que decidiu cancelar o voo por conta da crise econômica no Brasil.

Veja também: LATAM pode lançar voo entre São Paulo e as Ilhas Malvinas

A South African utiliza um A340-600 nos voos para o Brasil (Aero Ícarus)