Airbus A320 da LATAM (Gabriel Melo)

A LATAM deu início nesta terça-feira (15) ao seu novo voo direto entre Brasília e Santiago do Chile. A rota será operada três vezes por semana com aeronaves Airbus A320 configuradas em classe única e 174 assentos. O voo LA780 decola de Santiago às 13h55 (horário local) e pousa na capital federal do Brasil às 18h15. O retorno (LA781) se dá no mesmo dia, com decolagem do aeroporto Juscelino Kubitschek às 20h05 e pousa na capital chilena às 0h25 do dia seguinte (horário local).

Trata-se da quinta cidade brasileira a contar com voos diretos para Santiago do Chile pela LATAM. Além de Brasília, a companhia oferece frequências de São Paulo (Guarulhos), Rio de Janeiro (Galeão), Porto Alegre e Florianópolis, nesse caso em período sazonal. A empresa também passará a voar a partir de Curitiba em março de 2020.


“A nova rota reforça o nosso compromisso de oferecer a melhor rede de destinos da América Latina. Esses voos não apenas oferecem melhores conexões com Brasília, o centro político do Brasil, mas também estão facilmente conectados com diversos outros destinos no Norte e Nordeste do Brasil”, afirmou David Arcos, diretor comercial da LATAM. Há bastante tempo, o aeroporto é o segundo hub nacional mais importante da empresa que tem a maior malha de voos, de cerca de 155 frequências diárias.

O novo voo é parte de um acordo entre a LATAM e o governo do Distrito Federal que reduziu a alíquota do ICMS de combustíveis a fim de atrair novos destinos para a capital brasileira. Além de Santiago, a companhia passará a voar com o A320 para Lima, capital do Peru, a partir de 14 de novembro. Além desses voos próprios, a empresa “terceirizou” um voo diário para Assunção, no Paraguai, que será operado pela companhia Paranair com jatos CRJ200, com 50 lugares – os voos terão início em 15 de dezembro.

Brasília é o segundo maior hub da LATAM com cerca de 155 voos diários (Divulgação)

Sem escalas

A iniciativa da LATAM atende não só a expectativa do governo local de aumentar a quantidade de destinos atendidos como também facilita a vida dos passageiros que seguem para o Distrito Federal que hoje precisam se deslocar para outras cidades para chegar à Santiago do Chile. A capital do país só tinha ligação direta na América do Sul com Buenos Aires, em voo diário operado pela Gol.

Também realizam voos internacionais no Juscelino Kubitschek a Copa Airlines (Cidade do Panamá), TAP (voo diário para Lisboa) e a própria Gol que possui rotas para Cancún, Miami, Orlando e Punta Cana.

Veja também: “Stormtrooper plane” da LATAM chega ao Brasil