Boeing 767-200 da Varig: empresa encerrou as atividades em 2010 (Pedro Aragão)

A 1ª Vara de Falência de São Paulo autorizou o leilão em um único bloco de 99,95% das ações do capital social da Varig de México, filiada da Varig Logística S/A, que declarou falência em 2010. O leilão já está no ar com lance inicial de R$31.985.454,55.

Mas o que é a Varig de México? A empresa é uma antiga unidade da Varig que fazia o controle de cargas e bagagens dos voos da companhia que chegavam e partiam da capital mexicana. A divisão foi criada em 1983 com uma concessão do governo do México para o uso de hangares no aeroporto internacional da Cidade do México (Licenciado Benito Juarez). Em 2003, a autorização para o uso do espaço foi prolongada por mais 20 anos – a Varig encerrou os voos para o México em 2007.



Para definir o valor das ações, foi realizada uma análise econômico-financeira com estimativa do valor da Varig de México no ano de 2018, levando em conta a dimensão da empresa, as características da atividade operacional e a condição atual de reestruturação e crescimento do negócio, informa o edital sobre o leilão disponível no site do Superbid Judicial.

Além disso, também foi realizada uma análise comparativa com empresas do mesmo setor econômico, que possuem estrutura de custos e expectativas de fluxos financeiros semelhantes ao da Varig de México. A partir dos resultados, foi definido o valor de avaliação inicial.

A oferta inclui 32.985 ações, sendo 1.985 mil ações de série A e 31 mil ações de série B, que representam 99,95% do capital social da empresa. Os lances podem ser feitos até o dia 21 de junho, quando se encerra a 1ª praça. Caso não sejam arrematadas, as ações vão para 2ª praça com 40% de desconto, ou seja, com valor inicial de R$ 19.191.272,73.

A unidade no México é um dos últimos ativos da Varig. A companhia encerrou suas atividades em 2010 após mais de 80 anos de presença na aviação comercial brasileira.

Veja mais: Falida em 2002, Transbrasil ainda “vive” nos tribunais