O GLobal 7500 é o jato executivo mais recente da Bombadier; desenvolvimento da aeronave custou mais de US$ 1 bilhão (Bombardier)

O GLobal 7500 é o jato executivo mais recente da Bombadier; desenvolvimento custou mais de US$ 1 bilhão (Bombardier)

O novo jato Global 7500 da Bombardier completou um voo sem paradas de 15.100 km, distância que a fabricante canadense classifica como a “mais longa missão do mundo já efetuada por um jato executivo construído para esse fim”.

A aeronave, um modelo de produção inicial, partiu de Cingapura às 7:12 no horário local no dia 4 de março, com três pilotos, três passageiros e 360 kg de bagagens combinadas. O jato percorreu a rota transpacífica até pousar em Tucson, no Arizona, nos Estados Unidos, às 8:19 local. A viagem durou pouco mais de 16 horas, tempo que também representa um novo recorde de velocidade entre as duas cidades, segundo a Bombardier.


Ainda de acordo com a fabricante, o Global 7500 pousou nos EUA com 1.950 kg de combustível na reserva, o que seria o suficiente para permanecer voando por mais 90 minutos.

O recorde anterior para o voos mais longo e sem paradas de um jato executivo foi alcançado pelo Gulfstream G650ER em 2015. Essa aeronave percorreu 14.834 km entre Cingapura e Las Vegas, com quatro passageiros e tripulação.

O jato executivo recordista, com prefixo canadense C-FXAI, foi entregue a um cliente não identificado em 14 de dezembro e foi operado como um demonstrador pela Bombardier sob um acordo de lease-back (transação financeira na qual um vende um ativo e o aluga de volta).

(Bombardier)

O Global 7500 superou o recorde anterior com uma vantagem de 266 km (Bombardier)

“O Global 7500 foi construído para quebrar todos os recordes”, disse David Coleal, presidente da Bombardier Business Aircraft. “Ele alcançou a mais longa missão da indústria na aviação comercial depois de apenas dois meses de serviço. Demonstramos seus inigualáveis recursos de longo alcance e alta velocidade, mas também sua capacidade de quebrar recordes com confiança, com reservas saudáveis de combustível remanescentes, mais uma vez, confirmando seu desempenho insuperável para os clientes.”

Apesar de ter viajado mais de 15.000 km entre Cingapura e Tucson, a Bombardier divulga que o Global 7500 tem alcance de 14.260 km e pode alcançar a velocidade máxima de Mach 0,925 (1.142 km/h). A fabricante canadense tem uma carteira de mais de 110 pedidos pela nova aeronave, o suficiente para produzi-la sem interrupções até 2022.

Veja mais: Jatinho executivo Pilatus PC-24 é o novo avião presidencial da Suíça