O avião envolvido no incidente é um Bombardier CRJ-700 (Fox News)

O avião envolvido no incidente é um Bombardier CRJ-700 (Fox News)

Um jato Bombardier CRJ-700 da companhia American Eagle, subsidiária da American Airlines, realizou um pouso de emergência nesta quinta-feira (16) depois de colidir com um cervo que cruzava a pista durante a decolagem no aeroporto de Charlotte, no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. A colisão com o animal causou danos na asa direita da aeronave, causando vazamento de combustível.

A tripulação do avião, que seguia para Gulfport, no Mississippi, declarou emergência logo após a decolagem, avisando sobre a colisão, e imediatamente retornou em segurança ao aeroporto de Charlotte. A aeronave transportava 44 passageiros e quatro tripulantes.


No vídeo captado pela rede Fox News é possível observar o rastro de combustível vazando da aeronave, enquanto realiza o procedimento de aproximação e pouso de emergência. Ao parar na pista, por segurança o CRJ-700 foi banhado com retardante de chamas, lançado por caminhões de bombeiro.

Após o retorno da aeronave, a pista foi fechada para limpeza e investigação, processo que levou cerca de 20 minutos.

Colisões de aviões com cervos não são raras nos EUA. Segundo números da FAA, autoridade de aviação do país, entre 1990 e 2015 foram reportados mais de 1.100 incidentes desse tipo, dos quais 84% resultaram em danos a aeronave.

Veja mais: Mitos e verdade sobre acidentes aéreos