O HondaJet é avaliado em US$ 4,9 milhões, cerca de R$ 15,5 milhões no câmbio atual (Ricardo Meier)

O HondaJet é avaliado em US$ 4,9 milhões, cerca de R$ 15,5 milhões no câmbio atual (Ricardo Meier)

O HondaJet tem pista livre para operar no Brasil. O jato executivo da Honda Aircraft Company recebeu o certificado de tipo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), documento que permite ao fabricante realizar as primeiras entregas da aeronave no mercado brasileiro. O anúncio foi feito na abertura da feira de aviação executiva Labace 2017, que acontece nesta semana no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP).

O certificado brasileiro para o HondaJet segue a aprovação nos Estados Unidos, Europa, México e Canadá. Curiosamente, o jato ainda não foi liberado no Japão, onde fica a sede da Honda – a base da Honda Aircraft Company, porém, é nos EUA.


“Estamos muito satisfeitos por conquistar a certificação brasileira para o HondaJet”, afirmou o Presidente e CEO da Honda Aircraft Company, Michimasa Fujino. “Estamos ansiosos para atender aos interesses dos clientes de um dos maiores mercados para jatos executivos no mundo.”

Segundo a Líder Aviação, representante da divisão aeronática da Honda no mercado brasileiro, os primeiros HondaJet estão programados para serem entregues a clientes no Brasil a partir do primeiro trimestre de 2018. A empresa, no entanto, não divulga quantas encomendas foram realizadas no país. A aeronave custa a partir de US$ 4,9 milhões (cerca de R$ 15,5 milhões).

“A aeronave é ideal para viagens dentro do território nacional, conectando as principais cidades com o conforto, a rapidez e a alta performance que só o HondaJet pode oferecer”, disse Eduardo Vaz, presidente da Líder Aviação.

Na sequência da Labace, o HondaJet fará um tour pelo Brasil e na sequência pela América do Sul e Central, durante os meses de agosto e setembro.


Veja mais: Conheça todos os detalhes do HondaJet