Os motores do HondaJet são montados nas asas e não na fuselagem, configuração que amplia o espaço interno da cabine (Divulgação)

O HondaJet tem motores nas asas e não na fuselagem, o que amplia o espaço interno da cabine (Divulgação)

O mercado de aviação executiva costuma ser reticente com novidades, mas isso não vem sendo um problema para o HondaJet. Estreante no segmento, que ainda enfrenta um momento conturbado, o avião da Honda já é o modelo executivo de maior sucesso neste ano, com 24 unidades entregues somente no primeiro semestre deste ano.

Segundo o fabricante, que produz a aeronave em Greensboro, nos Estados Unidos, os aviões entregues neste ano foram enviados a compradores na América do Norte e Europa. “Nossos clientes estão extremamente satisfeitos com o desempenho, conforto, ajuste e acabamento superiores do HondaJet”, disse o presidente Honda Aircraft Company, Michimasa Fujino.


Com esse volume, o HondaJet ameaça o reinado do Embraer Phenom 300, jato executivo mais entregue do mundo nos últimos quatro anos. Como comparação, no primeiro semestre deste ano, o modelo da fabricante brasileira somou 13 entregas – a Embraer entregou 63 unidades em 2016.

Até maio deste ano, Honda já havia produzido 57 unidades do HondaJet, aeronave também conhecida pela sigla HA-420. De acordo com o fabricante, a linha de montagem do avião nos EUA vem produzindo quatro unidades do jato por mês.

As primeiras entregas do HondaJet foram realizadas em julho de 2016, logo após a fabricante receber o certificado de produção e entregas da FAA, a autoridade de aviação dos EUA.

HondaJet a caminho do Brasil 

O HondaJet foi recentemente certificado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para operar no Brasil. O anúncio foi realizado durante a feira de aviação executiva LABACE 2017, realizada neste mês no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Segundo a Líder Aviação, representante da divisão aeronáutica da Honda no mercado brasileiro, os primeiros HondaJet estão programados para serem entregues a clientes no Brasil a partir do primeiro trimestre de 2018. A empresa, no entanto, não divulga quantas encomendas foram realizadas até o momento no país. A aeronave custa a partir de US$ 4,9 milhões (cerca de R$ 15,5 milhões).

Veja mais: Conheça todos os detalhes do HondaJet