O HondaJet pode viajar com até sete ocupantes (Honda)

O HondaJet pode viajar com até sete ocupantes (Honda Aircraft)

Além de carros, motocicletas, geradores e outros dispositivos mecânicos, a Honda agora oficialmente também vende aviões. O HondaJet, primeira aeronave da fabricante japonesa, recebeceu nessa quinta-feira (11) a certificação da FAA, órgão que administra a aviação comercial dos Estados Unidos. Com esse documento aprovado a empresa está liberada para entregar o jato aos primeiros clientes que o encomendaram.

Para obter a liberação, a Honda teve de validar o desempenho, segurança, funcionalidade e confiabilidade da aeronave a partir de testes da FAA em solo e em voo. Segundo a Honda, o jato teve de voar por mais de 3.000 horas por 70 locais nos EUA até ser homologado.


O HondaJet é um jato executivo com espaço para até sete ocupantes e alcance máximo de 2.185 km, o suficiente para voar de São Paulo (SP) até Recife (PE). A aeronave ainda alcança 778 km/h e conta com uma curiosa disposição de motores montados nas asas e não na sessão traseira da fuselagem, como é mais comum entre os modelos desse segmento. Essa configuração aumenta o espaço na cabine e no bagageiro, além de também construibuir na diminuição nos níveis de ruídos e vibrações.

E o HondaJet já é sucesso de vendas antes mesmo de ser liberado. A Honda já tem mais de 100 encomendas pelo jato, inclusive de clientes no Brasil, onde a aeronave tem preço fixado em US$ 4,5 milhões. Alguns dos principais concorrentes do avião japonês são o Cessna Citiation M2 e o Embraer Phenom 100E.

Veja mais: Conheça todos os detalhes do HondaJet