O Gulfstream G650 "básico" tem preço inicial na casa dos R$ 224 milhões (Gulfstream)

O Gulfstream G650 “básico” tem preço inicial na casa dos R$ 224 milhões (Gulfstream)

A fabricante de aviões executivos Gulfstream Aerospace, dos Estados Unidos, entregou recentemente o 300° jato da família G650. O marco foi alcançado em pouco mais de cinco anos após a estreia do modelo no mercado, em dezembro de 2012.

“A aeronave acumulou um número impressionante de pedidos quando a anunciamos em 2008, e hoje esse acúmulo é ainda mais forte. A introdução do G650 foi um ponto de virada não apenas para a Gulfstream, mas para a indústria como um todo”, disse Mark Burns, presidente da Gulfstream.


O G650 está entre os aviões civis mais rapidos do mundo e por muito pouco não é supersônico. Segundo a fabricante, o jato pode voar a velocidade máxima de Mach 0,935, o equivalente a 1.142 km/h (a velocidade do som começa em cerca de 1.224 km/h ao nível do mar). Não por acaso, a aeronave detém o recorde de volta ao mundo mais rápida para um avião não supersônico, com o tempo de 41 horas e 7 minutos completado com três paradas para reabastecimento.

A família G650 concorre da categoria dos jatos executivos de alcance ultra longo. De acordo com a Gulfstream, o modelo G650 convencional pode percorrer 12.964 km voando a velocidade de cruzeiro de Mach 0,85 (1.049 km/h), enquanto a variante de alcance extendido, o G650ER, tem autonomia de 13.890 km no mesmo ritmo. Com essa performance, ambos os modelos podem voar, por exemplo, de São Paulo até Moscou, na Rússia, sem precisar fazer escalas de reabastecimento.

O jato topo de linha da fabricante americana também está entre os aviões executivos mais avançados do mercado, equipado com comandos de voo totalmente computadorizados, recurso que a indústria chama de “full fly-by-wire”. Apenas outras duas aeronaves de negócios possuem esse recurso, o Dassault Falcon 8X e os modelos Embraer Legacy 450 e Legacy 500. Já na aviação comercial, essa tecnologia está presente em jatos como o Airbus A350 e o novo Embraer E190-E2.

A cabine do G560 pode ser configurada para transportar até 18 passageiros (Gulfstream)

A cabine do G560 pode ser configurada para transportar até 18 passageiros (Gulfstream)

Os modelo da série G650 podem ter suas cabines configuradas para transportar entre 11 e 18 passageiros, ou então receber um layout que permite criar 10 leitos individuais para os ocupantes. Tamanho desempenho e conforto, porém, tem seu preço: o jato na versão “básica” é avaliado em cerca de US$ 66 milhões, o equivalente a R$ 224 milhões.


Nota do editor: o Gulfstream G650 é o segundo avião executivo mais rápido do mercado, ficando atrás apenas do Cessna Citation X, que pode voar a velocidade máxima de Mach 0,935 (1.154 km/h).

Veja mais: Boeing completa primeiro voo com o 737 MAX em versão executiva