Operação Entebbe

Um dos cargueiros Lockheed C-130 Hercules da Força Aérea de Israel (conhecido no país como “Karnaf”) que participaram do audacioso resgate dos passageiros postos como reféns em Entebbe, Uganda, está entre um lote de cinco leiloados pelo ministério da defesa daquele país.
A aeronave israelense identificada como 106, foi uma das quatro empregadas na missão de resgate dos passageiros do voo do Airbus A300 da Air France que foi desviado da rota Tel Aviv – Atenas – Paris e sequestrado em Uganda no dia 27 de junho de 1976. Com sua documentação oficial o ministro israelense descreveu a aeronave 106 como sendo construída em 1971 e sendo um dos primeiros na variante H tendo realizado 14.395 pousos.

Ele disse que esta aeronave “deve ser usada” pela força aérea ainda até 30 de setembro. Outros quatro C-130 estão sendo postos à venda, as aeronaves 301, 304, 312 e 313, dois não estão em condições de voo e os outros dois somente servirão como fornecedor de partes. O lote também inclui 18 motores turbohélices Rolls-Royce Allison T56.


O ministro está convidando compradores para participarem do leilão até 5 de março que estarão disponíveis para averigração na base Aérea de Lod e os lances serem submetidos até 31 de março. Os outros três C-130 envolvidos na missão à Entebbe têm a numeração de registro 420, 435 e 102. O A300 sequestrado da Air France em 1976 de número de série 19 ainda está em serviço como cargueiro pela empresa turca MNG Airlines.