A Nigéria será o quinto operador do Super Tucano na África (Embraer)

A Nigéria será o quinto operador do Super Tucano na África (Embraer)

A Embraer Defesa & Segurança e sua parceira Sierra Nevada Corporation (SNC), dos Estados Unidos, anunciaram nesta quarta-feira (6) a encomenda de 12 aeronaves de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano para a Força Aérea da Nigéria. Segundo comunicado das fabricantes, os aviões serão utilizados em missões de apoio aéreo tático.

“O A-29 Super Tucano se tornou uma referência mundial em ataque leve e treinamento avançado com histórico comprovado em várias zonas de combate ao redor do mundo”, disse Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “A Embraer dá as boas-vindas à Nigéria como o mais recente país-membro dessa verdadeira coalizão internacional que está ajudando a trazer a paz para o mundo.”



Os aviões do pedido nigeriano serão produzidos na planta da SNC em Jacksonville, no estado da Florida. A data de entrega das aeronaves ainda não foi definida. O país africano vinha demonstrando interesse pelo avião de ataque da Embraer desde 2015 e a aquisição precisou ser autorizada pelo conselho de segurança dos EUA.

Além das aeronaves, o contrato com a Força Aérea da Nigéria inclui dispositivos de treinamento de solo, sistemas de missão, peças sobressalentes, equipamentos de apoio no solo e de missões alternativas, e apoio logístico. O valor da negociação não foi divulgado.

De acordo com a Embraer, o Super Tucano acumula mais de 360.000 horas de voo, incluindo 46.000 horas em missões de combate real. Com a encomenda da Nigéria, o avião já foi selecionado por 14 forças aéreas em todo o mundo.

Veja mais: Aviões da Embraer em combate