O Harbin Y-12 está em serviço em mais de 30 países, com operadores civis e militares (Allen Zhao/GFDL)

O Harbin Y-12 está em serviço em mais de 30 países, com operadores civis e militares (Allen Zhao/GFDL)

O aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), recebe na próxima semana a Labace 2018, a maior feira de aviação executiva da América Latina. Entre as quase 50 aeronaves que estarão em exposição no evento, pela primeira vez uma delas será um modelo fabricado na China, o bimotor turbo-hélice Harbin Y-12.

“É um ‘spoiler’ da feira. Conversamos com a Harbin já há algum tempo e eles estão interessados no mercado brasileiro. Pensam até em montar uma fábrica no Brasil”, disse Flavio Pires, CEO da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG), responsável por organizar a Labace, durante encontro com jornalistas na sede da entidade em São Paulo, nesta quinta-feira (9).



O avião chinês que vem para a Labace não é exatamente uma novidade. A aeronave está no mercado desde 1985 e conta com uma longa lista de clientes civis e militares, como as forças aéreas do Paraguai e Peru, citando apenas os operadores sul-americanos. Os principais mercados do bimotor produzido pela Harbin Aircraft Industry (ex-parceira da Embraer na China) são países da Ásia e África.

O Y-12 é uma aeronave utilitária com características que permitem sua operação em pistas austeras, como a asa alta, trem de pouso robusto e o fato de ser impulsionado por motores turbo-hélice (fornecidos pela tradicional Pratt & Whitney). Segundo dados do fabricante, o aparelho pode transportar 17 passageiros (ou 3.000 kg de carga) e tem alcance de 3.000 km a velocidade de cruzeiro de 250 km/h (máxima de 330 km/h).

Como todo produto chinês, o preço baixo é um dos atributos que mais chamam atenção no avião chinês. A aeronave é avaliada em US$ 3 milhões (cerca de R$ 11,4 milhões), cifra que não chega nem na metade do valor de aviões utilitários tradicionais do Ocidente, como o alemão Dornier Do 228 e o canadense DHC-6 Twin Otter – talvez por coincidência (ou não…), a versão de exportação do Y-12 é chamada de Twin Panda.

Acompanhe o Airway nos próximos dias para saber mais sobre o Harbin Y-12 e mais destaques da Labace 2018. O evento será realizado entre os dias 14 e 16 de agosto.

Veja mais: Aviões “Made in China”