A Irkut já tem mais de 200 pedidos pelo novo jato comercial MC-21-300 (Irkut)

A Irkut já tem mais de 200 pedidos pelo novo jato comercial MC-21-300 (Irkut)

Um ano após completar o voo inaugural do MC-21, a fabricante russa Irkut Corporation realizou no último sábado (12) o primeiro voo com o segundo protótipo da aeronave. O teste foi realizado a partir da sede da empresa em Irkutsk, na região sul da Rússia. Segundo a empresa, o voo durou pouco mais de uma hora e o avião alcançou 3.000 metros de altitude e 400 km/h.

“O voo da segunda aeronave é um evento significativo que garantirá a realização oportuna dos testes de certificação de voo”, disse Denis Manturov, ministro da indústria e comércio da Rússia. A Irkut, até o momento, já construiu dois protótipos do MC-21 para testes de voo e um terceiro para avaliações em solo.



A fabricante russa ainda planeja construir mais três aviões para o programa de testes e certificação, que devem ser concluídos até 2020, ano que a fabricante também pretende entregar as primeiras unidades. O cliente de lançamento do MC-21 será a companhia IrAero, da Rússia.

O MC-21 vai competir no segmento dos narrowbody (aeronaves de fuselagem estreita), onde reinam os tradicionais Airbus A320 e o Boeing 737, atualmente os aviões comerciais mais vendidos no mundo – outro avião que recentemente entrou na disputa desse nicho é o COMAC C919, fabricado na China.

O novo jato comercial russo é proposto nas versões MC-21-200 e MC-21-300, modelo que vem sendo testado. A aeronave terá capacidade para transportar de 163 a 211 passageiros em voos de até 6.000 km. A Irkut já recebeu 205 pedidos pela aeronave, a maioria de empresas da Rússia – as únicas exceções são a Azerbaijan Airlines, do Azerbaijão, e a Cairo Aviation, do Egito.

A Irkut planeja construir um total de seis protótipos do MC-21 para a campanha de testes (Irkut)

A Irkut planeja construir um total de seis protótipos do MC-21 para a campanha de testes (Irkut)

“Nos últimos anos, a indústria aeroespacial russa passou por uma profunda modernização. A linha de montagem mais moderna para aviões civis foi comissionada na fábrica em Irkutski. Dentro da UAC (grupo russo do qual a Irkut faz parte), foram desenvolvidas fundamentalmente novas competência no campo da produção de estruturas de materiais compósitos. Seu uso generalizado é uma das principais vantagens da aeronave. A nova produção de alta tecnologia vai garantir o desenvolvimento do programa MC-21 e outros projetos”, afirmou Yuri Slyusar, presidente da UAC e da Irkut Corporation.

Estratégia de vendas

A Irkut planeja alcançar mercados tradicionais do Ocidente com o MC-21. Uma das estratégias é oferecer a aeronave com motores Pratt & Whitney, um dos mais utilizados na aviação comercial, sobretudo nas regiões com maior tráfego, como Estados Unidos e Europa. A outra opção de motorização será fornecida pela fabricante russa Aviadvigatel.

A empresa ainda afirma que a nova aeronave apresenta custos de operação até 15% inferiores comparados aos de modelos tradicionais do segmento, fator que pode atrair companhias aéreas. Além disso, o MC-21 é a opção mais barata em seu nicho, com preço estimado em US$ 70 milhões – o Airbus A320neo custa US$ 108 milhões.

O MC-21 é projetado pela Irkut, uma das divisões do grupo UAC (Divulgação)

O MC-21 é projetado pela Irkut, uma das divisões do grupo UAC (Divulgação)

O MC-21-300 é o primeiro modelo de uma família de jatos comerciais que deve ter ainda outras duas opções, com tamanhos e desempenhos diferentes. O segundo modelo será o MC-21-200, projetado para embarcar de 132 a 165 passageiros e com autonomia de 6.400 km. Já a terceira variante é o MC-21-400, para até 230 ocupantes e alcance de 5.000 km.

A Irkut é uma das divisões da United Aircraft Corporation (UAC), grupo russo que ainda reúne as fabricantes Ilyushin, Sukhoi, Mikoyan, Tupolev, Yakovlev e Beriev.

Veja mais: Companhias aéreas rejeitam versões menores de novos jatos comerciais