O SC-105 possui uma série de equipamentos para atuar em missões de busca e resgate (Esquadrão Pelicano)

Pousou nesse domingo (24) na Ala 5, base da Força Aérea Brasileira (FAB) em Campo Grande (MS), o segundo SC-105 Amazonas da frota nacional equipado com recursos para operações de busca e resgate. A cerimônia de entrega da aeronave foi realizada no dia 14 de novembro em Sevilha, na Espanha, onde fica a sede da CASA, empresa que faz parte do grupo Airbus.

SC-105 é a designação da FAB para o bimotor turbo-hélice C-295, avião que também é operado pela FAB na versão de transporte, que no caso é chamada apenas de C-105.


O novo modelo com matrícula FAB 6551 é a primeira aeronave do projeto CLX-2 a ser entregue com o sistema de reabastecimento em voo, o que aumenta consideravelmente seu alcance operacional.

“A inclusão desse vetor no acervo da FAB corrobora com nosso compromisso de Controlar, Defender e Integrar os 22 milhões de quilômetros quadrados sob a responsabilidade do Comando da Aeronáutica”, ressaltou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Bermudez.

Dotado de um sistema eletro-óptico, o SC-105 utiliza sensores infravermelho, podendo detectar, por exemplo, uma aeronave acidentada encoberta pela vegetação ou até mesmo uma pessoa no mar. O pedido da FAB ainda inclui uma terceira unidade da aeronave com equipamentos de busca e resgate.

Outros recursos presentes no avião são o radar EL/M-2022A capaz de vasculhar uma área de 360 km em terra ou mar, e quatro janelas em bolha (duas de cada lado da fuselagem) destinadas aos tripulantes observadores, que monitoram visualmente o perímetro voado.

O primeiro SC-105 foi entregue à FAB em junho de 2017. As aeronaves são destinadas ao 2º/10º Grupo de Aviação, o”Esquadrão Pelicano”, sediado em Campo Grande (MS).

Veja mais: KC-390 completa provas de reabastecimento aéreo com caças da FAB