A Embraer já entregou mais de 1.400 E-Jets de primeira geração desde 2004 (Embraer)

A Embraer já entregou mais de 1.400 E-Jets de primeira geração desde 2004 (Embraer)

A Embraer anunciou nesta terça-feira (4) a assinatura de pedido firme para três jatos E190 com a Nordic Aviation Capital (NAC), empresa da Dinamarca líder mundial no segmento de leasing de aeronaves regionais. A negociação havia sido iniciada durante o Farnborough Airshow 2018, em julho, com uma carta de intenção. O contrato é avaliado em US$ 156 milhões.

A NAC já possui 155 E-Jets da Embraer (modelos E170, E190 e E195), que voam alugados por companhias famosas como British Airways, Air Canada, Lufthansa, Aeroméxico e até a Azul. A empresa dinamarquesa conta com cerca de 500 aeronaves próprias e gerenciadas, como os turbo-hélices ATR 42 e ATR 72, e jatos Bombardier CRJ900 e CRJ100 e Airbus A220.



A nova encomenda da NAC será incluída na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do quarto trimestre de 2018. A fabricante não informou quando as aeronaves serão entregues.

E1 versus E2

O volume de pedidos por modelos E-Jets de primeira geração foi superado há pouco tempo pela nova família E2. Segundo o relatório de backlog e entregas mais recente da fabricante, divulgado em outubro, há 119 pedidos firmes a entregar por aeronaves da família E1 (modelos E175, E190 e E195) contra 132 encomendas de E190-E2 e E195-E2 – o novo E175-E2 ainda não tem pedidos firmes.

Veja mais: Air Astana, do Casaquistão, recebe primeiro Embraer E190-E2