A Uber pretende testar seu primeiro veículo aéreo até 2020 (Embraer X)

A Uber pretende testar seu primeiro veículo aéreo até 2020 (Embraer X)

A Embraer X, nova organização da empresa brasileira “dedicada ao desenvolvimento de negócios disruptivos” como ela mesma define, apresentou nesta terça-feira (8) o primeiro conceito de veículo elétrico de decolagem e pouso vertical, conhecido pela sigla em inglês eVTOL, criado em parceria com a Uber. O projeto foi apresentação durante o evento Uber Elevate 2018, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

“Temos nos destacado em nossa jornada de quase 50 anos introduzindo inovações na indústria da aviação e entregando verdadeiro valor aos clientes”, disse Paulo Cesar de Souza e Silva, presidente & CEO da Embraer. “Somos incansáveis em nossa busca pelo crescimento contínuo e por meio da Embraer X iremos gerar inovações disruptivas e acelerar a criação de novos negócios com o potencial de crescimento exponencial. A mobilidade urbana está prestes a ser transformada e estamos determinados a ter um papel fundamental nesse importante mercado”.



Como explica a Embraer, o conceito apresentado no evento representa uma aeronave com a missão de servir passageiros em um ambiente urbano. A aeronave, que ainda não foi construída, é concebida para transportar quatro ocupantes e um piloto. Mais adiante, o plano da empresa é desenvolver um veículo com controles autônomos.

“Estamos desenvolvendo soluções para trazer transporte aéreo sob demanda para áreas urbanas e assim melhorar a qualidade de vida de milhões de pessoas. Nossa colaboração com as principais partes interessadas irá acelerar a chegada desse novo ecossistema”, disse Antônio Campello, presidente & CEO da Embraer X.

A Uber planeja realizar o primeiro voo de demonstração de seu veículo aéreo até 2020. Além da Embraer, outras empresas que participam do projeto são a Bell (fabricante de helicópteros), Pipistrel (fabricante de aviões elétricos) e a Aurora Flight Sciences, divisão da Boeing que estuda novas tecnologias para a aviação.

O conceito da Embraer é projetado para transportar quatro passageiros e um piloto (Embraer X)

O conceito da Embraer é projetado para transportar quatro passageiros e um piloto (Embraer X)

Alguns dos requisitos da Uber para o “táxi voador” é que ele seja capaz de voar a velocidade de cruzeiro de até 320 km/h, um alcance por carga de bateria de 100 km, espaço para quatro passageiros, além da motorização 100% elétrica e as capacidades de decolar e pousar da vertical.

Veja mais: O que o futuro reserva para a aviação comercial?