Cada unidade do Praetor 600 é avaliada em cerca de US$ 21 milhões (Embraer)

Desenvolvido a partir do Legacy 500, o Praetor 600 pode receber até 12 passageiros (Embraer)

Novo jato executivo da Embraer, o Praetor 600 recebeu nesta semana as certificações de tipo para operar nos Estados Unidos e em países da Europa, emitidas respectivamente pelo FAA e a EASA. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa da fabricante na EBACE, exposição e convenção europeia de aviação executiva em Genebra, na Suíça.

O certificado de tipo avalia e atesta que uma determinada aeronave possui as características mínimas que assegurem sua utilização segura para as operações que foi concebida. O novo jato executivo da Embraer, lançado em outubro do ano passado, recebeu a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) em 18 de abril.


“Agora certificado pelas principais agências de segurança da aviação do mundo, o Praetor 600 tem provado ser o jato super médio mais disruptivo e o mais avançado tecnologicamente a entrar no mercado, abrindo o caminho para o início das entregas já no segundo trimestre”, disse Michael Amalfitano, presidente da Embraer Aviação Executiva.

O Praetor 600 é o jato executivo da categoria “super médio” com maior alcance do mercado, capaz de realizar voos intercontinentais de 7.441 km. Tal alcance é o suficiente para voar sem escalas entres Londres e Nova York ou então de São Paulo até Miami. A aeronave também é homologada para operar a partir de pistas consideradas pequenas, com até 1.352 metros de extensão.

O novo jato da Embraer também é o primeiro em sua categoria equipado com controles computadorizados “full fly-by-wire” e sistema de redução ativa de turbulência, o que de acordo com a fabricante torna o voo mais suave e eficiente.

A cabine do Praetor 600 pode receber entre oito e 12 passageiros (Embraer)

A cabine do Praetor 600 tem piso plano e 1,80 m de altura (Embraer)

O Praetor 600 é projetado para receber entre oito e 12 passageiros e possui assentos que combinados são transformados em camas. Cada unidade do novo jato da Embraer é avaliada em US$ 21 milhões. A nova série ainda inclui o Praetor 500, que ainda está em fase de certificação. O modelo de menor porte, avaliado em US$ 16,9 milhões, tem capacidade para até nove passageiros e autonomia de 6.019 km.


Veja mais: Alemanha encomenda três Airbus A350 VIP para transportar autoridades