A Binter encomendou cinco jatos E195-E2 (Embraer)

A Binter Canarias, companhia aérea da Espanha, recebeu seu primeiro jato E195-E2 nesta quinta-feira (21) em cerimônia realizada na sede da Embraer em São José dos Campos (SP). Com um pedido por cinco aeronaves avaliadas em US$ 342 milhões, a empresa é o primeiro cliente europeu a receber o maior dos três modelos da família E2.

“Estamos extremamente orgulhosos em entregar o primeiro E195-E2 na Europa para uma companhia aérea regional tão bem-sucedida. A Binter exibirá o melhor da aeronave enquanto expande sua rede para mais cidades”, disse John Slattery, presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial.


“Esta aeronave Embraer E195-E2 é um passo importante na história de nossa empresa que se tornará também uma operadora de jatos. Este novo marco, que coincide com a comemoração dos 30 anos da Binter, agrega mais avanços aos que já fizemos nos últimos anos e que ajudam a perseguir nosso principal objetivo: a melhoria da conexão das Ilhas Canárias, entre as ilhas e também com destinos externos”, disse Pedro Augustín del Castillo, presidente da Binter.

A frota da Binter possui atualmente 22 aviões turbo-hélice ATR 72 (modelos -500 e -600). A companhia espanhola também voa com três jatos Bombardier CRJ1000, mas operados por empresas de wet-lease.

A aquisição do E195-E2 é parte da iniciativa geral de modernização de frota da Binter. Cada aeronave tem uma configuração de classe única com 132 assentos. Segundo a companhia, o novo avião será empregado em oito cidades nas Ilhas Canárias, nove cidades na África e duas em Portugal.

O E195-E2 da Binter é configurado em classe única com 132 assentos (Embraer)

A Binter é a quinta companhia aérea que recebe o jato de nova geração da Embraer e o segundo operador do E195-E2 depois da Azul. Introduzido no mercado em abril de 2018, o E190-E2 está em serviço com a Widerøe, Air Astana e Helvetic Airways. O jato recebido pela empresa espanhola é o 11° modelo E2 concluído e entregue pela fabricante brasileira.

Veja mais: Airbus A321XLR continua atraindo mais companhias aéreas