"Profit Hunter": depois de ganhar pinturas de águia e tigre, o "caçador" da vez é um tubarão (Embraer)

“Profit Hunter”: depois de ganhar pinturas de águia e tigre, o “caçador” da vez é um tubarão (Embraer)

Na manhã desta sexta-feira (13), um jato E190-E2, da Embraer, pousou pela primeira vez no Aeroporto de London City (LCY), na capital britânica. O avião da frota de testes da fabricante fez escala em Londres durante o trajeto para o Farnborough Air Show, também no Reino Unido, onde será apresentado ao público na próxima semana.

E já virou tradição a Embraer customizar seus aviões para festivais aéreos. Mantendo o nome “Profit Hunter” (“Caçador de Lucros”), a aeronave desta fez recebeu uma pintura com a cara de um tubarão. Em outros eventos, a fabricante apresentou os novos modelos E190-E2 e E195-E2 com pinturas de tigre e águia.



Segundo a Embraer, a visita do E190-E2 a LCY é o primeiro passo para certificar a nova aeronave para operar no aeroporto regional de Londres. O jato de nova geração da Embraer entrou em serviço em abril deste ano com a companhia Widerøe, da Noruega.

“O Aeroporto de London City é como se fosse nossa casa. Para qualquer lado que se olhe é possível ver uma aeronave da Embraer. Nesse sentido, trazer a nova geração de jatos da Embraer para esse importante centro europeu, é um grande momento para nós”, disse Arjan Meijer, diretor comercial da Embraer Aviação Comercial. “Sabemos que os passageiros irão adorar a nova aeronave, sem os assentos do meio e com maiores compartimentos internos de bagagens, enquanto os moradores de Londres vão apreciar o baixíssimo nível de ruído e de emissões da aeronave.”

O Aeroporto de London City é o mais central da cidade. A localização faz com que as aeronaves tenham que ser compatíveis com a restrição de aproximação íngreme e pista curta. Como explica a Embraer, suas aeronaves são bem adaptadas para essa situação e têm operado no LCY desde 2009, quando a companhia BA Cityflyer iniciou voos com o E170. As aeronaves da fabricante brasileira foram responsáveis por quase 60% das partidas do LCY em 2017.

O E190-E2 será exibido em Farnborough na próxima semana (Embraer)

O E190-E2 será exibido em Farnborough na próxima semana (Embraer)

“Recepcionar o E2 da Embraer pela primeira vez no Aeroporto de London City é um marco para a certificação e subsequente operação comercial no aeroporto mais central de Londres. A primeira geração de E-Jets foi essencial para o nosso crescimento, tanto que três quartos de todos os passageiros pousam ou decolam de uma das aeronaves Embraer. O E2 possui um enorme potencial para o aeroporto, com capacidade comprovada de operar com menos ruído, menor emissão e mais eficiência em termos de consumo de combustível. Isso possibilita abrir novos destinos, proporcionando benefícios significativos para nossas companhias aéreas, passageiros e vizinhos”, diz Richard Hill, diretor comercial do Aeroporto de London City.

Em testes de certificação, os números da EASA (Agência Europeia para a Segurança da Aviação, na sigla em português) apontaram que o E190-E2 tem o menor nível de ruído entre as novas aeronaves de corredor único. Se esse desempenho puder ser replicado no ambiente operacional de London City, o E190-E2 atenderá às restrições mínimas de ruído estabelecidas pelo novo Programa de Categorização de Ruído de Aeronaves (ANCS, em inglês), que será totalmente implantado no próximo ano.

Veja mais: Azul recebe primeiro Being 737 cargueiro