Os jatos da linha Praetor são a grande aposta da Embraer na aviação executiva para os próximos anos (Embraer)

A Embraer confirmou nesta segunda-feira (21) um acordo de compra com a empresa norte-americana Flexjet. O negócio inclui uma frota de jatos executivos composta pelos novos modelos da série Praetor e o Phenom 300 – a quantidade de aeronaves contempladas no acordo não foi divulgada. O anúncio ocorreu durante a NBAA-BACE 2019, convenção e exposição de aviação executiva, em Las Vegas, nos EUA, que segue aberta até o dia 24 de outubro.

Com valor total de até US$1,4 bilhão, conforme os preços de lista atuais das aeronaves, o acordo foi incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019. Com esse acordo, a Flexjet se torna o primeiro cliente frotista dos jatos Praetor.


“Somos muito gratos pelo compromisso renovado da Flexjet com a Embraer por meio desse acordo, que reflete o crescimento e a força da nossa parceria ao longo dos últimos 16 anos e simboliza nosso apoio à Flexjet na nossa jornada adiante”, disse Michael Amalfitano, presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva.

A parceria entre a Embraer e a Flexjet teve início em 2003, quando a Flight Options, que passou a fazer parte do grupo Flexjet em 2015, se tornou a primeira empresa de propriedade compartilhada a introduzir o jato Legacy na sua frota.

“Temos orgulho em introduzir os jatos Praetor no mercado de propriedade compartilhada e oferecer aeronaves tecnologicamente avançadas das categorias supermédio e médio aos nossos clientes”, disse Michael Silvestro, CEO da Flexjet. “Esse acordo representa a confiança de longa data que temos na Embraer e no seu compromisso fortalecido de assegurar suporte ao crescimento dos nossos programas e da nossa parceria por meio de jatos executivos que lideram o mercado.”

(Embraer)

O Phenom 300 é o jato executivo mais popular da Embraer, com mais de 500 unidades em serviço (Embraer)

A Flight Options introduziu o Phenom 300 na sua frota em 2010 e recebeu o 100° Phenom 300 em 2012, o ano em que o jato se tornou o jato executivo da categoria leve mais vendido do mundo.

A Flexjet foi a primeira empresa a oferecer o Legacy 500 como propriedade compartilhada, em setembro de 2015. O grupo também foi o cliente que recebeu o 1.000° jato executivo da Embraer, um Legacy 500, em abril de 2016.

Veja mais: Azul completa primeiro voo do E195-E2 com passageiros