O drone stealth ‘Okhotnik-B’: primeiro voo realizado

O misterioso veículo aéreo não-tripulado ‘Okhotnik-B’ (Caçador em russo) realizou seu primeiro voo neste sábado, 3 de agosto, segundo revelou a agência de notícias TASS.

De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, “o primeiro voo ocorreu às 12:20 no horário de Moscou e durou mais de 20 minutos. A aeronave sob o controle de um operador fez vários sobrevoos no aeródromo a uma altitude de cerca de 600 metros e um pouso bem sucedido”.


A aeronave não tripulada foi projetada e construída pela Sukhoi e recebeu o codinome Su-70. Segundo a fabricante, o drone possui uma configuração de asa voadora que utiliza um revestimento especial capaz de absorver ondas de radar. Ele é equipado com sensores para missões de reconhecimento, mas não se sabe ainda se é capaz de lançar armamentos.

Não há informações técnicas divulgadas ainda, mas observadores acreditam que o Su-70 tem um porte e características semelhantes às do X-47B, drone embarcado desenvolvido pela Northrop Grumman para a Marinha dos EUA. Ao contrário deste, no entanto, que tem um motor com exaustores que reduzem a assinatura de radar. No jato russo, o turbofan com pós-combustor parece derivado de alguma versão utilizada por caças tradicionais.

O X-47B da Northrop Grumman é projetado para operar a partir de porta-aviões (US NAVY)

O X-47B da Northrop Grumman é considerado uma referência para o projeto russo (US NAVY)

Há quem aposte que a Sukhoi tem intenção de fornecer o Su-70 como um ala não-tripulado do Su-57, caça stealth que acaba de entrar em produção na Força Aérea da Rússia.

Apesar de confirmar o primeiro voo, o governo Putin não forneceu qualquer imagem do avião nem mesmo o local onde o voo ocorreu, embora acredita-se que ele esteja sendo testado no Centro de Voos Chkalov, perto da cidade de Akhtubinsk região de Astracã.

O Su-70 utiliza um motor com pós-combustão comum

Veja mais: Drone ‘kamikaze é apresentado na Rússia