A Delta voa três vezes por semana para Detroit com um A330-200 (Kentaro Iemoto)

A Delta deixará de voar entre São Paulo (Guarulhos) e Detroit (EUA) a partir do dia 31 de março de 2019, divulgou nesta segunda-feira o site Routesonline. A rota é atendida três vezes por semana pela companhia aérea americana com um Airbus A330-200. Os últimos voos partirão de Detroit no dia 29 e de Guarulhos, no dia 30.

Trata-se do segundo destino cancelado pela Delta no Brasil. Em outubro a empresa confirmou o fim do voo para Orlando, na Flórida, também partindo de São Paulo. Na época a companhia justificou a decisão por conta da rota ser “antieconômica e não apresenta mudança de perspectiva imediata” – o voo também será encerrado em março, mas no dia 11.



Conhecida por sediar as três maiores fabricantes de veículos dos Estados Unidos (GM, Ford e FCA, antiga Chrysler), Detroit é uma das cidades americanas que mais sofreram com a crise econômica dos Estados Unidos na década passada. Apesar disso, houve uma recuperação nos últimos anos que parecia justificar a ligação com a capital paulista, onde estão também a maior parte das montadoras de carros no Brasil.

Além disso, o aeroporto metropolitano de Detroit Wayne County é um dos mais importantes hubs da Delta, que de lá voa para várias cidades no mundo, incluindo destinos no Pacífico – estrutura que foi herdada da Northwest Airlines quando esta foi absorvida pela companhia aérea da Georgia. Não se sabe se a demanda para conexões no Brasil também caiu por conta da competição agressiva das companhias aéreas do Oriente Médio, que passaram a dominar o fluxo entre nosso país e destinos na China, Japão e Coreia, por exemplo.

Com isso, a Delta manterá em São Paulo os voos para Atlanta e Nova York (JFK) além de ligar o Rio de Janeiro também a Atlanta, seu maior hub.

Veja também: Primeiro Airbus A220 da Delta realiza voo inaugural

O aeroporto de Detroit é hub da Delta para a Ásia e Europa (Detroit Metro Airport)