Dassault Rafale

O jornal Folha de São Paulo publica hoje nota em que adianta a decisão do caça vencedor da concorrência FX-2. O governo Lula teria apontado o Rafale após a Dassault ter baixado o preço para a compra dos 36 caças de US$ 8,2 bilhões para US$ 6,2 bilhões.


Ainda assim, o caça francês é o mais caro de todos: custa US$ 500 milhões a mais que o F/A-18E e US$ 1,7 bilhão mais caro que o Gripen. Curiosamente, a FAB, em relatório interno que vazou no ano passado, apontou um resultado invertido: para ela, o caça sueco é o melhor, seguido do norte-americano e, por último, o francês.

Apesar da informação do jornal, o Ministério da Defesa nega que a escolha já tenha sido decidida. Segundo ele, o anúncio do escolhido se dará apenas após o Carnaval.