Bombardier CSeries

A Bombardier perdeu a oportunidade de anunciar o segundo cliente para o seu novo jato regional CSeries depois de não conseguir concluir um acordo de compra com a Qatar Airways. A empresa aérea do oriente médio é considerada um sério cliente da nova aeronave equipada com dois turbofans Pratt & Whitney PW1000G GTF da classe de 110/130 desde que o programa foi lançado em julho do ano passado na feira aérea de Farnborough quando a Lufthansa assinou carta de interesse para 60 jatos da Bombardier.
Entretanto, o executivo da Qatar Airways, Akbar Al Baker disse que um potencial acordo de compra havia sido adiado. “O acordo foi adiado porque pedimos certas condições a Bombardier ao qual não fomos atendidos. Então eu acho que vamos esquecer este assunto em função da resposta do fabricante”, explicou. Al Baker disse que o cumprimento do “acordo por completo”, inclui ambos, preço e especificações para a aeronave. “Se eles repensarem as condições, talvez nós reconsideremos nossa decisão”, acrescentou.

Embora o lançamento do CSeries esteja baseada na versão para 110 assentos, que pelos planos do fabricante canadense deva entrar em serviço em 2013, a Qatar Airways tem interesse na versão de 130 assentos, que seria a segunda variante a ser desenvolvida.