Com 63,7 metros de comprimento, o Boeing 777 é o maior avião operando por uma empresa brasileira (Foto - TAM)

Com 63,7 metros de comprimento, o Boeing 777 é o maior avião operando por uma empresa brasileira (Foto – TAM)

Já houve um tempo em que operavam no Brasil aeronaves maiores do que as que voam atualmente por companhias nacionais e a Força Aérea Brasileira. A Varig, em seu auge, chegou a ter o Boeing 747-400, e a Tam, utilizou o trimotor MD-11, ambos aviões com quase 70 metros de comprimento, os maiores de seus tempos. Hoje as medidas usadas nos céus do País são mais modestas

A TAM é a companhia com os maiores aviões no Brasil, com aparelhos como o Boeing 777 e 767, além do Airbus A330, todos cumprindo rotas internacionais. A Azul também se renovou e recentemente fechou sua frota de A330, com sete unidades, para voar até outros países.


Uma aeronave veterana de grande porte também está em serviço no Brasil. A companhia de carga RIO opera sete Boeing 727, um avião maior e com mais capacidade de carga que os tradicionais jatos que cobrem linhas regionais, como os Airbus A320 da TAM e da Avianca, e o Boeing 737 da Gol.

A Força Aérea Brasileira também possui “pesos-pesados” na frota, tanto de carga como para combate. O maior avião da FAB é o Lockheed P-3 Orion, uma versão moderna do clássico L-188 Electra adaptado para a vigilância e guerra marítima. O outro aparelho de grande porte é o icônico Lockheed C-130 Hércules, que serve ao País desde os anos 1970, no transporte de cargas e soldados das forças armadas em missões pelo mundo todo, até mesmo no Polo Sul.

Até 2013 a FAB mantinha na frota operacional os Boeing KC-137, a versão militar de transporte e reabastecimento em voo do antigo Boeing 707. Esse foi o maior avião que a Força Aérea já teve e também foi um dos maiores que voou no Brasil, com 44 metros de comprimento.

"PP-VNA-B747-VARIG" por MilborneOne - Obra do próprio. Licenciado sob CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:PP-VNA-B747-VARIG.jpg#/media/File:PP-VNA-B747-VARIG.jpg

Imagem do primeiro Boeing 747-200 da Varig, que entrou em operação em 1981 (Foto – MilborneOne)

As operações militares de transporte e reabastecimento de outras aeronaves em voo serão repassadas ao Embraer KC-390, que ainda está em fase de desenvolvimento e deve ser concluído até o final de 2016. A FAB também tem planos de adquirir o KC-767, a versão militar do Boeing 767.

Até o final de 2015 vai entrar na lista do novo Airbus A350 da TAM. *O KC-390 deve ser concluído até o final de 2016 (Infográfico - Thiago Perotii)

Até o final de 2015 vai entrar na lista do novo Airbus A350 da TAM. *O KC-390 deve ser concluído até o final de 2016 (Infográfico – Thiago Perotti)

E a TAM, em breve, entrará com mais um avião na lista dos maiores do Brasil. A companhia deve receber até o final deste ano seu primeiro Airbus A350, uma das aeronaves mais modernas da atualidade e também de grande porte. Com 60,5 metros de comprimento, o modelo será o segundo maior em serviço no Brasil, depois do 777, da própria empresa.

O Airbus A350 da TAM está sendo fabricado em Toulouse, na França

O Airbus A350 da TAM está sendo fabricado em Toulouse, na França