Concorde da Air France

Considerada uma das mais seguras companhias aéreas do mundo, a Air France não tinha um acidente fatal desde 25 de julho de 2000. Nesse dia, um Concorde da empresa havia decolado do aeroporto Charles de Gaulle, perto de Paris, quando um dos motores se incendiou.

O piloto ainda tentou pousar o avião num aeroporto próximo, mas acabou caindo perto de um hotel. Todos os 109 ocupantes – a maioria de turistas alemães – morreram na queda, além de quatro pessoas no solo. O acidente com o avião supersônico precipitou o fim da sua operação.


A causa do acidente foi um furo no pneu por detritos de outro avião que avia decolado minutos antes. Pedaços do pneu perfuraram o tanque de combustível que se inflamou pela proximidade com os motores.