(Gol)

A Gol lidera no mercado doméstico com 35,70% de participação (Gol)

A aviação comercial brasileira retomou um patamar significativo no último mês. A somatória de passageiros transportados desde julho do ano passado superou a marca de 100 milhões de pessoas. O resultado foi divulgado pela Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR), que reúne as quatro principais companhias aéreas do país: Avianca, Azul, Gol e Latam.

Na virada do século a aviação nacional atendia menos de 33 milhões de passageiros ao ano. A partir da liberalização tarifária, em 2001, os bilhetes ficaram mais baratos, a oferta foi expandida e a quantidade de clientes avançou consistentemente até chegar aos 100 milhões em meados de 2014. Depois do ápice de quase 104 milhões de passageiros/ano por volta da metade de 2015, o setor passou a refletir a crise da economia brasileira como um todo. A marca de 100 milhões foi perdida no começo de 2016, sendo recuperada somenta agora.


Recuperação da aviação comercial no Brasil

A aviação doméstica registrou uma alta de 4,27% na primeira metade de 2018 em relação mesmo período de 2017. A oferta teve expansão semelhante, de 4,31%, enquanto o fator de aproveitamento (relação entre oferta e demanda de assentos nas aeronaves) recuou apenas 0,03% em um ano, situado em 80,28%. De acordo com a ABEAR, nos seis primeiros meses deste ano foram realizadas 44,5 milhões de viagens, um crescimento de 3,23% sobre o total do primeiro semestre de 2017.

A Gol é a companhia aérea que mais transportou passageiros no primeiro semestre deste ano, com 35,70% de participação. Na sequência vêm a Latam (31,95%), Azul (18,49%) e Avianca (13,86%).

O setor também mostra recuperação nas operações aéreas internacionais envolvendo as companhias filiadas da ABEAR, que detém cerca de 30% desse mercado – o restante é detido por empresas estrangeiras.

A Latam lidera no mercado internacional com quase 70% de participação (Airbus)

Em seis meses as aéreas brasileiras veem alta da demanda internacional da ordem de 15,80%, evolução um pouco inferior à expansão da oferta de 19,35%. O fator de aproveitamento de 82,60% de junho fica 2,54 pontos percentuais abaixo do que se registrava há um ano. Somam pouco mais de 4,5 milhões os passageiros internacionais transportados no semestre pelas aéreas ABEAR (alta de 14,32%).

A Latam lidera o mercado internacional no acumulado de 2018, com 68,64% de participação, seguida de Azul (15,20%), Gol (9,91%) e Avianca (6,25%).

Cargas

O transporte aéreo de cargas também vive um momento de crescimento no Brasil. No acumulado do primeiro semestre são 184,7 mil toneladas de carga transportadas em rotas domésticas (crescimento de 15,18% ante igual período de 2017) e 139,3mil toneladas transportadas nas rotas internacionais (crescimento de 37,01%).

As estatísticas de carga divulgadas pela ABEAR incluem as operações da Avianca, Azul, Gol, Latam e Latam Cargo.

Veja mais: Aviação comercial vai exigir 790 mil pilotos em 20 anos