A Sky Airline opera jatos Airbus A319 e A320 (Airbus)

A Sky Airline opera jatos Airbus A319 e A320 (Airbus)

A Sky Airlines, do Chile, será a primeira companhia aérea estrangeira low-cost (baixo custo) a operar um voo regular internacional de passageiros no Brasil. A autorização para a empresa voar no país foi concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na última sexta-feira (26) e a informação já consta no Diário Oficial da União.

O primeiro voo da companhia no Brasil está previsto para o próximo dia 5 de novembro. A viagem partirá do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, em Santiago, no Chile, com destino ao Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Em seguida, a empresa fará a rota no sentido inverso.



Os voos da empresa chilena no Brasil serão realizados com jatos Airbus A320, com capacidade para 186 passageiros, começando com cinco frequências semanais entre Santiago e Rio de Janeiro. A Sky Airlines ainda tem planos de voar, até o primeiro trimestre de 2019, para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo (SP), e o Hercílio Luz, em Florianópolis (SC).

A autorização operacional é a última das três etapas que uma companhia estrangeira precisa para operar voos regulares no Brasil. As duas primeiras permissões concedidas para a Sky Airlines, a de funcionamento no país e a jurídica, já haviam sido emitidas pela ANAC em maio de 2013.

A Sky Airline é uma das quatro companhias aéreas de baixo custo com processos em andamento na ANAC. Além da empresa chilena, também negociam com a agência a Norwegian Airlines, da Noruega, e as argentinas Avian e Flybondi.

Veja mais: Azul será “extensão” de nova companhia de David Neeleman nos EUA