A Binter encomendou três unidades do Embraer E195-E2 mais duas opções (Embraer)

O novo e maior jato da Embraer, o E195-E2 já tem data e companhia para estrear na Europa. Será a Binter Canarias, que encomendou três unidades do avião mais duas opções de compra. A primeira unidade será entregue no segundo semestre de 2019, o que fará da companhia a primeira a voar no continente com a aeronave brasileira.

A Binter é baseada nas Ilhas Canárias, uma arquipélago pertencente à Espanha mas que fica próximo da costa do Marrocos, na África. A companhia havia assinado uma carta de intenção com a Embraer durante a Feira de Farnborough, porém, não teve seu nome revelado na época. Caso exerça as opções de compra, a Binter pagará a fabricante brasileira US$ 342 milhões, quase R$ 1,3 bilhão.



“A Embraer tem o orgulho de receber a Binter na crescente base de operadores de E-Jets na Europa ”, declarou Martyn Holmes, vice-presidente da divisão de aviação comercial da Embraer para Europa, Rússia e Ásia Central. “Em comparação com os jatos regionais atualmente utilizados pela Binter, o E195-E2 proporcionará maior flexibilidade operacional com mais assentos, mais alcance e incomparável conforto para os passageiros, com custos operacionais mais baixos”, completou.

“Na Binter sempre acreditamos em oferecer aos nossos clientes serviços de qualidade e, para nós, a modernização da frota é fundamental”, disse o vice-presidente da Binter, Rodolfo Núñez, celebrará os 30 anos da companhia em 2019.

Ex-subsidiária da Iberia

Fundada em 1989, a Binter nasceu como uma subsidiária da Iberia, inclusive exibindo um esquema de cores parecido com a companhia “mãe”. Ela foi privatizada em 1999 e hoje possui uma malha de voos que atende destinos em Portugal, Cabo Verde, Marrocos, Senegal e, claro, a Espanha, entre outras cidades. Sua frota já inclui aviões como o Boeing 737-400 e DC-9, mas hoje é formada principalmente pelos turbo-hélices ATR-72, além do jato CRJ1000, da Bombardier, e que estão sendo retirados de serviço para a chegada do E195-E2.

O novo jato E195-E2 será o primeiro modelo da família a entrar em operação comercial pela companhia brasileira Azul. A certificação do jato é esperada para 2019 e logo em seguida ele será entregue à Azul que encomendou 51 aeronaves. Com novas asas, motores e aviônicos, o modelo transporta mais passageiros que seu antecessor e é 20% mais econômico, segundo a Embraer.

Veja também: Novo Embraer E195-E2 passa por testes em pista alagada

Os CRJ serão substituídos pelos E195-E2 (Treflyn/Wikimedia)