Teaser do bombardeiro stealth Xian H-20: operacional em 2025

O trecho é curto mas diz muita coisa. De acordo com um novo relatório da agência de inteligência de defesa (Defense Intelligence Agency) dos EUA, a China está desenvolvendo não um, mas dois novos aviões stealth de ataque e que estrearão até 2025.

O fato novo é que, além de um bombardeiro pesado, os chineses também planejam ter um caça-bombardeiro mais leve e convencional, porém, com boa capacidade furtiva.


A informação coincide com uma imagem de um avião com esse perfil que havia aparecido numa revista chinesa há alguns anos e que mostrava um projeto que mesclava características furtivas como entradas de ar na parte superior da fuselagem e bocais dos motores encobertos, mas também estabilizadores separados das asas.

Esse novo avião tem sido chamado de JH-XX enquanto o bombardeiro, que muitos creem será chamado de Xian H-20, estaria prestes a ser revelado pela China. Até mesmo um teaser foi divulgado recentemente. Ele terá o formato de uma asa voadora, como o B-2, da Northrop Grumman.

Segundo o documento da agência, “a tecnologia stealth continua a desempenhar um papel fundamental no desenvolvimento desses novos bombardeiros, que provavelmente alcançarão a capacidade operacional inicial por volta de 2025. Esses novos bombardeiros terão recursos adicionais, com atualizações de espectro total comparados com as atuais frotas operacionais de bombardeiros, e empregam muitas tecnologias de combate de quinta geração em seu projeto”.

Hoje a PLAAF (força aérea da China) é a maior do seu continente e a terceira maior do mundo, atrás apenas da USAF e da Força Aérea da Rússia. Depois de fazer uso de vários modelos de tecnologia russa os chineses passaram a desenvolver seus próprios projetos, entre eles os caças Chengdu J-10Chengdu J-20, Shenyang J-31 e caça bombardeiro Xian JH-7.

This article in English.

Veja também: Os aviões made in China