Era avião, virou drone: o AT200 pode carregar cerca de 1.500 kg de cargas (Xinhua)

Era avião, virou drone: o AT200 pode carregar cerca de 1.500 kg de cargas (Xinhua)

Maior e mais pesado veículo aéreo não tripulado projetado na China, o AT200 completou seu primeiro voo recentemente, na província de Shaanxi, no dia 26 de outubro, informou a agência Xinhua. A aeronave experimental foi desenvolvida em conjunto por institutos de pesquisas e empresas chinesas lideradas pela Academia Chinesa de Ciências

O voo inaugural do aparelho controlado remotamente durou cerca de 26 minutos e foi realizado com sucesso. A aeronave testada na China é baseada no monomotor P750XL, fabricado pela Pacific Aerospace, da Nova Zelândia.



O objetivo do grupo chinês é desenvolver um drone de transporte de carga para o mercado civil com capacidade para operar em regiões remotas, o que também é uma das tarefas do P750XL (mas realizada com tripulantes). Segundo os projetistas, a aeronave pode decolar com peso máximo de 3.400 kg, sendo 1.500 kg de carga útil.

A velocidade máxima e autonomia do AT200 são exatamente iguais ao do avião neozelandês que serviu de base para o projeto: 313 km/h e alcance de 2.185 km. O monomotor ainda pode voar a altitude de até 6.100 metros e desempenhar pousos e decolagens automáticas em pistas com apenas 200 metros de extensão.

O AT200 ainda não tem data para estrear no mercado, mas seus idealizadores já imaginam seu mercado de atuação e acreditam que a aeronave poderá ser utilizada no transporte de mercadorias para regiões montanhosas e ilhas.

O primeiro voo da aeronave não-tripulada durou cerca de 26 minutos (Xinhua)

O primeiro voo da aeronave não-tripulada durou cerca de 26 minutos (Xinhua)

Veja mais: Primeiro avião comercial híbrido pode estrear em 2022