O primeiro voo do Cessna SkyCourier está programado para 2019 (Textron)

O primeiro voo do Cessna SkyCourier está programado para 2019 (Textron)

O Cessna 408 SkyCourier está começando a sair da pranchetas. O grupo Textron Aviation, dono da Cessna (e também da Beechcraft), informou nesta semana que o projeto anunciado em novembro de 2017 completou os testes iniciais em túnel de vento. Como explica a fabricante, essas experiências fornecem informações sobre o desempenho e a parte aerodinâmica da aeronave e servem para completar o design do novo produto.

“Para o teste inicial de túnel de vento usamos um modelo de precisão personalizado com motores elétricos e hélices dimensionadas e calibradas para representar o impulso produzido pela aeronave real”, disse Brad Thress, vice-presidente sênior de engenharia da Textron. “Estamos fazendo um progresso notável no desenvolvimento deste avião e estamos ansiosos para continuar a definir os detalhes que nos permitirão começar a criar ferramentas e peças”.


O primeiro voo do SkyCourier está programado para 2019 e as entregas começam no ano seguinte. O bimotor da Cessna já recebeu um pedido da companhia de carga FedEx, para 50 unidades firmes e opção para outras 50.

Avião utilitário

O SkyCourier é o primeiro bimotor turbo-hélice desenvolvido pela Cessna. O novo modelo é projetado para o segmento de “aeronaves utilitárias”, e esse tipo de avião precisa ser robusto e ao mesmo tempo fácil de operar. A fabricante de Wichita, no Kansas, é um dos principais nomes nessa categoria, com com um modelo monomotor, o C208 Caravan e suas diferentes variantes nos mercados civil e militar.

O SkyCourier ainda é uma maquete, mas já tem preço: cerca de US$ 5,5 milhões (Textron)

O SkyCourier ainda é uma maquete, mas já tem preço: cerca de US$ 5,5 milhões (Textron)

De acordo com informações preliminares do fabricante, o bimotor poderá ser configurado para voar com até 19 ocupantes ou transportar 2.722 kg de carga. A Textron também divulgou as medidas do bimotor: 16,7 metros de comprimento, 21,9 m de envergadura de asas e 6 m de altura.


Ainda de acordo com o grupo americano, a velocidade de cruzeiro da aeronave é estimada em 370 km/h e a autonomia em cerca de 1.670 km. O avião ainda poderá pousar e decolar em pistas com apenas 1.000 metros de comprimento. Cada unidade do SkyCourier é avaliada em cerca de US$ 5,5 milhões (cerca de R$ 18,1 milhões).

A FedEx será o primeiro operador do SkyCourier, transportando cargas (Textron Aviation)

A FedEx será o primeiro operador do SkyCourier na versão de carga (Textron)

Veja mais: Voamos no Twin Otter, o “jipe” com asas